São Paulo, SP, 24/09/2019
 
13/10/2014 - 14h04m

18 anos sem Renato Russo: saiba mais sobre sua trajetória

Agência Hoje 
Reprodução

São Paulo (Agência Hoje/Isabela Guiaro) - Renato Russo, nascido no dia 27 de março de 1960 no Rio de Janeiro, foi um cantor, compositor e multi instrumentista que ficou conhecido no Brasil por ser o vocalista e fundador do Legião Urbana, banda de punk rock bastante famosa entre os anos de 1982 e 1996.

Morreu aos 36 anos em 11 de outubro de 1996, vítima da AIDS, doença que teria contraído após se relacionar com um homem que conheceu em Nova York. Embora Renato Russo fosse assumidamente gay desde os 18 anos, nunca havia comentado sobre sua soropositividade, condição que tinha desde 1989. Deixou para trás oito álbuns de estúdio, cinco álbuns ao vivo, alguns lançados postumamente, e diversas canções que fizeram bastante sucesso no Brasil.

Vida e obra

Aos 13 anos, Renato e sua família saíram do Rio de Janeiro e foram morar em Brasília. Ingressou no Centro de Ensino Universitário de Brasília (Ceub) aos 17 anos para estudar jornalismo e, além disso, começou a trabalhar na rede de ensino Cultura Inglesa, sendo escolhido para saudar o Príncipe Charles na inauguração da nova sede da escola, ao visitar o Brasil em 1978.

Trabalhou como professor até 1981, tendo que sair após diversas discussões com a diretoria da escola, pois ele apresentava idéias muito liberais. Trabalhava, também, como repórter em uma rádio no programa Jornal da Feira, e em 1983 apresentou um programa sobre os Beatles em outra rádio.

Aborto Elétrico

Renato gostava muito do punk rock inglês e americano, o que acabou o aproximando de Fê Lemos, pois quase não existiam punks em Brasília. Acabaram resolvendo criar uma banda, mais tarde chamada de Aborto Elétrico, com André Pretorius, filho de um embaixador da Africa do Sul, na guitarra, Renato Russo no baixo e Fê na bateria.

No ano seguinte, André teve que ir à Africa do Sul para servir ao exército, então Renato passou a ser guitarrista e começou a cantar, e o irmão de Fê, Flávio Lemos, ficou no baixo. Durante as férias, André voltou ao Brasil e Renato ficou somente no vocal, mas quando ele foi novamente para a África, Ico Ouro-Preto, irmão de Dinho Ouro-Preto, assumiu seu lugar.

A banda começou a ganhar notoriedade em Brasília, principalmente porque eles iniciaram o movimento punk na cidade. O Aborto Elétrico estava fazendo diversos shows, mas devido às constantes brigas entre Fê Lemos e Renato Russo, o grupo se separou em 1981.

Legião Urbana

Renato começou a tocar sozinho um violão de 12 cordas, fazendo com que ele ficasse conhecido como o “trovador solitário”. Mais tarde, porém, acabou formando uma nova banda com Marcelo Bonfá, Dado Villa-Lobos e Renato Rocha, conhecida como Legião Urbana.

Com a Legião, lançou sucessos como “Faroeste Caboclo”, “Pais e Filhos”, “Índios”, “Que País é Esse”, “Eduardo e Mônica”, “Geração Coca-Cola”, “Monte Castelo”, “Tempo Perdido”, “Eu Sei”, entre outros.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro