São Paulo, SP, 17/07/2018
 
19/10/2013 - 11h47m

Acidente de trem no centro de Buenos Aires deixa pelo menos 35 pessoas feridas

Agência Brasil/Monica Yanakiew, Correspondente em Buenos Aires 

Buenos Aires – O descarrilamento de um trem no centro de Buenos Aires nesta manhã (19) deixou pelo menos 35 feridos, segundo as primeiras estimativas oficiais. O choque aconteceu na Estação Once, mesmo local onde foi registrado o terceiro pior acidente da Argentina: em fevereiro de 2012, um trem entrou em alta velocidade na estação e bateu no para-choque da plataforma, matando 55 pessoas e ferindo mais de 700.

A tragédia do ano passado reabriu o debate sobre as privatizações do sistema ferroviário, feitas na década de 1990 pelo então presidente Carlos Menem. As empresas que operam linhas de passageiros não são obrigadas a investir em infraestrutura – os trens, os trilhos e a sinalização pertencem ao Estado, que também concede subsídios para manter os preços baixos. Mas os sucessivos governos também foram acusados de não rescindir os contratos com empresas que, apesar das denúncias, não se preocupam com a manutenção.

O governo da presidente Cristina Kirchner (que atualmente recupera-se de uma cirurgia para a retirada de um coágulo do cérebro) rescindiu o contrato com a empresa Trenes de Buenos Aires (TBA), que controlava a linha que passa pela Estação Once, uma das mais concorridas da capital argentina. Em junho passado, o governo rescindiu contratos de concessão de ferrovias administradas por duas empresas privadas de transporte de carga, entre elas, a brasileira América Latina Logística (ALL).

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro