São Paulo, SP, 15/11/2019
 
01/09/2013 - 09h43m

Amazônia brasileira poderá ter museus a céu aberto na floresta para captar sons e imagens

Agência Hoje 
Agência Brasil/Arquivo
Projeto prevê instalação de torres na Amazônia para captar imagens e sons
Projeto prevê instalação de torres na Amazônia para captar imagens e sons

Manaus (Agência Hoje) - Projeto de US$ 5 milhões, desenvolvido em parceria entre o Brasil e o Japão, pretende implantar museus a céu aberto na Amazônia brasileira, começando pelo Estado do Amazonas. A ideia é oferecer instalações em pontos em plena floresta, onde estudiosos e turistas possam manter contato direto com a natureza. Nas áreas escolhidas, serão instaladas torres para a captação de imagens e sons da floresta.

O acordo assinado prevê também a realização de um plano básico do Projeto para Conservação da Biodiversidade Amazônica sob Conceito de Museu a Céu Aberto em Manaus. A parceria envolve técnicos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) e a Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica).

Os museus a céu aberto serão instalados em áreas mantidas pelo Inpa, com o uso de tecnologias japonesas, para criar um ambiente interativo para estudantes e turistas. O objetivo é trazer um novo conceito de museu: a própria floresta com o estudo da biodiversidade. Será montada uma infraestrutura para buscar informações, imagens e sons do que existe para o público de maneira interativa e com mais tecnologia.

Também está prevista a construção de instalações para a criação de peixes-boi em semicativeiro e observação de copa das árvores. As áreas utilizadas serão o Bosque da Ciência (Aleixo), o Jardim Botânico Adolpho Ducke (Cidade de Deus), a Reserva Florestal Adolpho Ducke (km 26 da AM-010) e a ZF-2 (km 60 da BR-174).

Existe também a intenção de obter imagens de outros fenômenos naturais que não são facilmente observáveis e disponibilizá-las para a população, bem como a de oferecer cursos de capacitação nessas áreas. O projeto está previsto para começar em abril e conta com financiamento total de US$ 5 milhões, juntamente com as tecnologias desenvolvidas pelos japoneses e o conhecimento da biodiversidade e a infraestrutura oferecida pelo Inpa.

O Brasil abriga 60% da Floresta Amazônica. A Amazônia Legal Brasileira é uma região administrativa que se estende pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e partes do Tocantins, Maranhão e Goiás. Ela representa 53% da área terrestre total do Brasil, com cinco milhões de quilômetros quadrados, conta com uma população de 25 milhões de habitantes e gera quase 8% do PIB brasileiro.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro