São Paulo, SP, 23/06/2018
 
26/04/2016 - 23h49m

Armas com número raspado representam 86% das apreensões feitas no Rio de Janeiro

Agência Brasil/Flávia Villela 

Rio de Janeiro - Cerca de 86% das 8.956 armas apreendidas no Rio de Janeiro no ano passado não possuem identificação. São armamentos com número raspado ou que foram fabricados sem número.

Os dados foram apresentados hoje (26) pela Secretaria Estadual de Segurança do Rio a deputados estaduais na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Armas na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no centro da Capital Fluminense.

Cerca de 25% das armas com numeração estavam no registro do Sistema Nacional de Armas (Sinarm). Mais de 30% pertenciam a pessoas físicas, quase 30% a pessoas jurídicas e 20% a funcionários da Segurança Pública. Ainda segundo o levantamento da secretaria, metade dos proprietários das armas apreendidas registradas no Rio tem anotação criminal. Cerca de 40% das apreensões das armas com número são fabricadas no Brasil e 60% fabricados no exterior.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro