São Paulo, SP, 16/06/2019
 
28/02/2016 - 22h55m

Ataques do Estado Islâmico matam ao menos 33 pessoas no mercado popular de Bagdá

Agência Brasil/Agência Telam 

Bagdá, Iraque - O número de mortos causadas por um duplo atentado que ocorreu neste domingo (28) em Bagdá, no Iraque, já reivindicado pelo grupo extremista autoproclamado Estado Islâmico (EI), subiu para 33, segundo fontes oficiais citadas pela agência noticiosa AFP.

Duas explosões ocorreram perto de um mercado no bairro de Sadr, no Norte da capital iraquiana, onde 33 pessoas morreram e 79 pessoas ficaram feridas, segundo fontes policiais e médicas citadas pela AFP.

O grupo extremista assumiu hoje a autoria do duplo atentado no bairro de maioria xiita, em Sadr, acrescentando que dois homens-bomba explodiram no local, de acordo com a agência Amaq, ligada aos ‘jihadistas’.

De acordo com a AFP, o Estado Islâmico também atacou uma posição militar na zona oeste de Bagdá, onde, ao longo do dia, morreram pelo menos oito pessoas.

O último ataque ocorreu pouco depois em um bairro de Dora, na periferia sul da capital. Uma quarta bomba explodiu e matou pelo menos quatro pessoas.

Horas depois, a milícia extremista do Estado Islâmico assumiu a responsabilidade para a dupla explosão no mercado de Sadr City, afirmando, conforme a Amaq, que pelo menos 100 pessoas morreram.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro