São Paulo, SP, 19/09/2019
 
09/03/2016 - 10h53m

Aumentam casos da síndrome de Guillan-Barrê devido ao zika

Portal EBC 
Agência Brasil
Síndrome pode causar a paralisia de órgãos vitais, levando à morte
Síndrome pode causar a paralisia de órgãos vitais, levando à morte

Brasília - Aumentam casos da síndrome de Guillan-Barrê em função do Zika vírus. A síndrome pode causar a paralisia de órgãos vitais, levando à morte. Mas para explicar o que é esta doença e tratamento, o Cotidiano conversou com o médico hematologista Nelson Tatsui.

O médico analisa que atualmente é difícil entender sobre o Zica, sobre o Guillan-Barrê, a microcefalia e outras síndromes neurológicas, porque a ciência hoje tem mais perguntas do que respostas mas cabe a cada realidade que aparece explicar da melhor forma possível.

A síndrome de Guillan-Barrê, que são os nomes de dois médicos franceses, que há 70 anos atrás diagnosticaram pessoas com uma paralisia flácida, uma perda de força muscular que aparecem das pernas para cima, a grande maioria com relatório de doença viral prévia e duas semanas depois, uma parada de movimento, com alteração de sensibilidade, inclusive insuficiência respiratória.

A gravidade da síndrome é grande porque atinge até 5% de mortalidade, mas a doença não é nova e está relacionada com algum vírus ou bactérias e um deles é o vírus da Zica e por isto está aumentando o diagnóstico dessa doença. Antes da Zica, a síndrome de Guillan-Barrê ocorria em média de 2 a 4 casos para cada 100 mil habitantes. Não é tão comum mas é grave, auto-imune, e junto a essa nova epidemia de Zica, espera-se aumento da síndrome nos próximos meses.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro