São Paulo, SP, 19/11/2019
 
13/02/2015 - 14h50m

Baía de Guanabara não estará limpa para as Olímpiadas Rio-2016

Agência Hoje 
Reprodução
Faltando um pouco mais de um ano para o início do evento, menos de 50% do esgoto está sendo tratado
Faltando um pouco mais de um ano para o início do evento, menos de 50% do esgoto está sendo tratado

São Paulo (Agência Hoje) -  O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, admitiu nesta quinta-feira (12) que a meta olímpica de limpeza da Baía de Guanabara, onde serão disputadas as provas de vela nos jogos de 2016, não será cumprida.

Quando o governo do Rio de Janeiro se candidatou para sediar as Olímpiadas de 2016, prometeu tratar 80% do esgoto que é despejado na Baía, porém, faltando um pouco mais de um ano para o início do evento, menos de 50% desse esgoto estão sendo tratados.

Pezão afirmou que o objetivo ainda está sendo perseguido e que avançará o máximo que puder, no entanto para o estado o mais importante é iniciar projetos a fim de que a despoluição seja um legado para o futuro “vamos ter em 10 anos o esgoto todo tratado da Região Metropolitana.”

Um estudo da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) bem como o secretário do ambiente do Rio, André Corrêa, afirmam que já é impossível o cumprimento da meta olímpica, e o estudo da universidade ainda aponta que a Baía de Guanabara deve ser despoluída apenas em 2026. Ainda assim, o comitê organizador do Rio 2016 informou que continua acreditando que atingirão tal objetivo.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro