São Paulo, SP, 30/06/2022
 
02/06/2013 - 05h58m

Bandeira nacional rasgada permanece hasteada há três meses

Agência Hoje 
Divulgação
Bandeira do Brasil permanece rasgada há mais de três meses no centro de São Paulo
Bandeira do Brasil permanece rasgada há mais de três meses no centro de São Paulo

A bandeira brasileira que está hasteada na Praça da Bandeira, no centro de São Paulo, continua suja, rasgada e descolorida. Várias pessoas viram, fotografaram e fizeram reclamações junto à Prefeitura e ao Governo do Estado, alegando que a situação já dura mais de três meses, mas até agora nenhuma providência foi tomada.

Na sessão de quarta-feira, 29, na Câmara Municipal, cujo prédio fica nas proximidades da praça da Bandeira, o assunto foi lembrado novamente pelo vereador coronel Telhada (PSDB). Depois de chamar a atenção para o fato, ele lamentou que apesar de reclamação formal entregue à Prefeitura, "nada foi feito a respeito".

A manutenção da bandeira rasgada no alto do mastro da praça, além de provocar a indignação do público, fere a Lei 5.700, de 1971. A legislação que trata dos símbolos nacionais, determina que nenhuma bandeira danificada pode ser mantida hasteada. O vereador Paulo Reis (PT) também reclamou e exigiu providências.

Na única vez em que se manifestou a respeito do episódio, a Subprefeitura da Região Sé, responsável pelos serviços de manutenção do patrimônio público no centro de São Paulo, disse que está aguardando a conclusão de uma concorrência pública para comprar outra bandeira e fazer a substituição.

Técnicos alegaram, contudo, que "tem alguma coisa errada", já que a Prefeitura pode fazer compras emergenciais com dispensa de licitação, desde que o valor não ultrapasse R$ 8.000. "A bandeira custa bem menos do que isso, é só comprar e justificar, o próprio sistema da Prefeitura faz essa operação em dez segundos", comentou um funcionário.

Hoje São Paulo

© 2022 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro