São Paulo, SP, 26/11/2020
 
21/10/2016 - 10h28m

Bienal do Livro de Brasília começa com homenagem a Boaventura de Sousa Santos

Agência Brasil/Heloisa Cristaldo 

Brasília - A 3ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, que começa nesta sexta-feira (21) em Brasília, vai homenagear o cientista social português Boaventura de Sousa Santos e a poetisa brasileira Adélia Prado.

Ao longo de dez dias, o evento promoverá atividades com cerca de 120 escritores convidados, 100 sessões de autógrafos e lançamentos de livros, 80 sessões de contação de histórias, 40 apresentações teatrais, além de 10 shows musicais de artistas nacionais e do Distrito Federal.

“É um grande movimento de fomento à leitura, um grande movimento de aproximação entre o público e os escritores”, explicou o coordenador geral da Bienal, Pedro Ortale, em entrevista à Rádio Nacional. “É um grande movimento de convergência da literatura em mesas de debates, seminários, palestras”.

De acordo com a organização, estão confirmadas presenças de autores como a mexicana Guadalupe Nettel, o inglês Theodore Dalrymple, a portuguesa Raquel Varela e o norte-americano Glenn Greenwald, dentre os estrangeiros, e os brasileiros Renato Janine, Leandro Karnal, Marica Tiburi, Viviane Mosé e Fernando Moraes.

Os curadores do evento são os escritores Hamilton Pereira, José Rezende e Nicolas Behr, a tradutora Lídia Luther e o diretor da Bienal, Nilson Rodrigues. Ao todo, serão realizadas 150 palestras durante o evento.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro