São Paulo, SP, 10/12/2019
 
16/04/2016 - 11h44m

BNDES decide liberar mais R$ 300 milhões para financiamento de máquinas agrícolas

Agência Hoje* 
Reprodução
Ampliação de crédito do BNDES para financiamento de tratores abre espaço para novos negócios
Ampliação de crédito do BNDES para financiamento de tratores abre espaço para novos negócios

Brasília (Agência Hoje) - Os recursos para financiamento de máquinas agrícolas foi ampliado em R$ 300 milhões e podem ser utilizados imediatamente, segundo informou a assessoria do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) nesta sexta-feira, 15.

A medida faz parte do Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota). Com isso, o valor total destinado ao programa, para o Plano Safra 2015/2016, passou para R$ 4,04 bilhões.

Segundo o secretário interino de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcelo Cabral, o incremento segue uma tendência de ampliação no ritmo de aquisição de máquinas e implementos no País. Este mês, por exemplo, é esperada uma grande procura durante a Agrishow – uma das maiores feiras de tecnologia agrícola do mundo. O evento será realizado de 25 a 29 de abril, em Ribeirão Preto (SP).

Do novo orçamento do Moderfrota, R$ 3,4 bilhões são destinados a micro, pequenos e médios produtores rurais, com receita operacional bruta (ROB) de até R$ 90 milhões por ano, com taxa de juros de 7,5% ao ano. Os R$ 640 milhões restantes foram destinados a produtores rurais ou cooperativas agropecuárias com renda bruta anual acima de R$ 90 milhões. A taxa de juros é de 9% ao ano.

O programa tem por objetivo financiar a aquisição, isolada ou associada a investimento, de tratores, colheitadeiras, plataformas de corte, pulverizadores, plantadeiras, semeadoras e equipamentos para preparo, secagem e beneficiamento de grãos.

* Com informações do Portal Brasil

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro