São Paulo, SP, 15/09/2019
 
21/12/2015 - 00h24m

Bombardeio da coalização internacional mata 21 membros do Estado Islâmico em Mossul

Agência Brasil/Agência Lusa 

Mossul, Iraque - Pelo menos 21 membros do grupo extremista Estado Islâmico morreram hoje (20) e 13 ficaram feridos em bombardeios aéreos da coalizão internacional na cidade iraquiana de Mossul e nas imediações, de acordo com informações da agência de notícias EFE.

Um integrante da União Patriótica do Curdistão do Iraque afirmou que o primeiro ataque teve como alvo veículos 'jihadistas' que seguiam para o Norte de Mossul.

A aviação da coligação bombardeou também posições do Estado Islâmico a cerca de 120 quilómetros da cidade.

Na sexta-feira (18), o Pentágono anunciou em Washington que pelo menos 180 membros do grupo 'jihadista' morreram na quarta-feira (16) em ataques aéreos da coligação liderada pelos Estados Unidos, que ajudou as tropas curdas a repelirem uma ofensiva dos extremistas.

O Estado Islâmico assumiu o controle de Mossul em junho de 2014 e pouco depois anunciou um califado nas zonas que controla no Iraque e na vizinha Síria.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro