São Paulo, SP, 21/09/2019
 
10/07/2014 - 14h48m

Brasil faz mais de 52 mil transferências de embriões por ano

Agência Hoje 
Reprodução
Relatório da Anvisa indica que famílias continuam procurando clínicas de reprodução assistida
Relatório da Anvisa indica que famílias continuam procurando clínicas de reprodução assistida

São Paulo (Agência Hoje) - Relatório de informações divulgado pela Anvisa indica que em 2013 foram realizadas mais de 52 mil transferências de embriões em pacientes submetidas a técnicas de fertilização in vitro no Brasil. Os dados fazem parte de levantamento feito pelo SisEmbrio (Sistema Nacional de Produção de Embriões).

O trabalho de coleta de informações foi realizado em 93 bancos de células e tecidos germinativos do país, conhecidos também como clínicas de reprodução humana assistida.

Ao longo do ano, foram registrados mais de 24 mil ciclos de fertilização in vitro, o que demonstra o grande volume de procedimentos realizados pelos bancos. Outro número expressivo é o de embriões doados para pesquisas com células-tronco embrionárias. Só em 2013, foram 5.131, com tendência de aumento para 2014.

A 7ª edição do documento atesta ainda que, no ano passado, foram congelados 38.062 embriões nas clínicas de reprodução assistida. Desse total, 66% estão em Bancos da Região Sudeste; 14% na Região Sul; 12% no Nordeste; 7 % no Centro-Oeste e 1% na Região Norte.

O relatório revela, também, que a taxa média de clivagem (como é chamada a divisão que dá origem ao embrião) nas clínicas brasileiras foi de 91%. Os valores apresentados foram compatíveis com valores preconizados em literatura, que é de acima de 80%. Já a taxa média de fertilização foi de 74%. O percentual é maior que os valores sugeridos em literatura internacional, que variam entre 65% e 75%.

De acordo com técnicos da Anvisa, a atual edição do relatório reúne, ainda, os indicadores de qualidade de forma individualizada de cada uma das clínicas de reprodução humana assistida.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro