São Paulo, SP, 21/09/2019
 
18/04/2016 - 15h46m

Brasil garante vaga de ginástica artística para os Jogos Olímpicos

Agência Hoje/Isabela Guiaro, enviada especial 
Ricardo Bufolin/CBG
As brasileiras ficam em primeiro lugar no evento teste
As brasileiras ficam em primeiro lugar no evento teste

Rio de Janeiro (Agência Hoje/Isabela Guiaro) - No último domingo, 17 de abril, a equipe brasileira de Ginástica Artística fez bonito e garantiu sua vaga para as Olimpíadas, ficando em primeiro lugar nas qualificatórias do evento teste, que aconteceram no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro.

O placar final da competição foi Brasil (226.477), Alemanha (223.997), Bélgica (221.438), França (220.869), Austrália (218.428), Suíça (218.202), Romênia (216.569) e Coréia do Sul (203.828), sendo que apenas as quatro primeiras posições foram classificadas.

Esta é a quarta vez consecutiva que as brasileiras farão parte dos Jogos Olímpicos, devido ao aumento da popularidade do esporte causado pelo sucesso de atletas como Daiane dos Santos.

O time de 2016 provavelmente será formado pelos novos talentos Flávia Saraiva, Lorrane Oliveira e Rebeca Andrade, e pelas veteranas Daniele Hypólito e Jade Barbosa.

Durante o Mundial de Glasgow, em outubro de 2015, os times dos Estados Unidos, Rússia, Grã-Bretanha, China, Itália, Japão, Canadá e Holanda já foram classificados para as Olimpíadas ao garantirem as oito primeiras posições. Nesta competição, o Brasil ficou em nono lugar, porém a sua nota no evento teste foi tão alta que teria dado a elas a quarta posição no Mundial.

A grande surpresa da temporada foi a não classficação da Romênia, tradicional no esporte. A equipe participou em todos os Jogos desde 1968 e ganha medalhas em todas as edições desde 1972, quando a ginasta Nadia Comaneci fez história ao obter a nota 10. A veterana Catalina Ponor, queridinha dos fãs de ginástica e que possui em sua coleção 3 ouros ganhos em Atenas, voltou da aposentadoria para tentar ajudar o seu país, mas não foi possível conseguir a vaga, apesar de suas notas altas na trave e no solo.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro