São Paulo, SP, 18/10/2018
 
14/11/2013 - 01h35m

Brasil promove evento sobre turismo em Amsterdã para atrair mais visitantes holandeses

Agência Brasil/Sabrina Craide* 

Amsterdã – A interação entre operadores de turismo holandeses e representantes do setor no Brasil foi o destaque da 17ª edição do Goal to Brasil, realizada hoje (13), em Amsterdã, pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Treze operadores da Holanda participaram do evento, que também contou com a participação de representantes de cidades e estados brasileiros.

Nesta etapa, o Goal to Brasil foi estruturado como uma rodada de negócios: cada operador holandês sentou-se atrás de uma mesa e recebeu os representantes de estados e operadores brasileiros para a troca de informações e negociações. Companhias aéreas que fazem o trecho Holanda-Brasil também participaram do evento, como TAP, Latam Air Europa. Esta foi a 17ª edição do Goal to Brasil, que tem o objetivo de apresentar informações como a gastronomia e a música de diversos destinos brasileiros, além de criar oportunidades de comercialização do Brasil no mercado internacional.

O operador de turismo holandês, Richard Collin, dono da Fly Brasil, especializada em oferecer voos charter semanalmente para o Nordeste brasileiro, disse que foi uma boa oportunidade para conhecer e fazer contatos com representantes de outras regiões, pois ele pretende, no futuro oferecer novos destinos a seus clientes, como São Paulo. Atualmente, ele leva cerca de 12 mil holandeses, por ano, para conhecer as cidades de Natal e Fortaleza. “Fizemos alguns contatos, talvez seja mais fácil no futuro”, disse.

O brasileiro Gustavo Lucena Lage, dono da Brazilië Reis Specialist, foi ao evento para fazer novos contatos, já que a operadora foi aberta recentemente. “Segundo ele, a Holanda é um bom mercado para o turismo brasileiro, especialmente em nichos ainda não muito conhecidos como a pescaria esportiva e a equitação. “Queremos alcançar esses grupos e mostrar o potencial que o Brasil tem”, disse.

A capital federal veio a Amsterdã tentar “vender” seu potencial para os holandeses. O destino ainda não é muito conhecido pelos operadores de turismo do país, mas foram identificados três operadores que já comercializam pacotes para Brasília,e seis com potencialidade para oferecer o destino.

“Brasília é a sede dos Três Poderes, temos visitas guiadas no Congresso Nacional, no Palácio do Planalto, no Palácio da Alvorada e a cerimônia de troca da bandeira [na Praça dos Três Poderes]. Queremos transformar Brasília no que acontece em outros países. Por exemplo, é tradicional, em Londres, as pessoas visitarem o Palácio de Buckingham e verem a troca da bandeira e Brasília tem todo esse potencial”, disse Janaína Vieira, subsecretária de Marketing e Eventos da Secretaria de Turismo do Distrito Federal.

Ela acredita que o início da oferta de um voo da Air France, de Amsterdã para Brasília, via Paris, pode potencializar o interesse dos holandeses pela capital. Representantes de Mato Grosso e das cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo também estiveram presentes para tentar incluir os destinos nos pacotes turísticos das agências holandesas.

Para o diretor de Administração e Finanças da Embratur, Tufi Michreff as rodadas deram oportunidade de melhorar a relação de negócios entre os operadores dos dois países. Ele também lembrou que essa relação estará mais forte com o início da operação do Escritório Brasileiro de Turismo (EBT), em Amsterdã.

“Vamos estar aqui diariamente em contato com o mercado, isso vai permitir o acompanhamento mais de perto das tendências, dos desejos do mercado holandês para que a gente possa formatar nossos produtos nacionais para ofertar aqui e que possa ter um bom retorno do ponto de vista de venda dos operadores e, para nós, com a entrada de divisas e turistas no país”, disse Tufi Michreff.

O evento começou com a apresentação de um vídeo mostrando as principais características do Brasil para atrair os turistas. “Tem um Brasil diferente para cada visitante”, dizia o comercial, que ressaltou as riquezas culturais, a modernidade, a gastronomia, o ecoturismo, sem esquecer do sol e da praia, que continua sendo o principal ponto de atração dos turistas estrangeiros. O vídeo institucional também destacou o crescimento da economia do Brasil, o que cria um cenário favorável para os negócios, e ressaltou que o país tem hotéis e centros de convenções adequados para sediar eventos.

Segundo a Embratur, a Holanda é um mercado prioritário para o Brasil. Em 2012, 73,1 mil holandeses visitaram o país. Os segmentos mais procurados são Sol e Praia (39,7%), Natureza, Ecoturismo ou Aventura (30,7%) e Cultura (22,6%).

*A repórter viajou a convite da Embratur

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro