São Paulo, SP, 19/10/2018
 
07/08/2016 - 06h53m

Brasileiros nos Jogos: destaque para futebol feminino, handebol, vôlei, tiro. Confira

Portal EBC 
Agência Brasil/Rovena Rosa
Torcedores brasileiros prestigiaram jogos de futebol feminino e vibraram com goleada de 5 a 1 sobre a Suécia
Torcedores brasileiros prestigiaram jogos de futebol feminino e vibraram com goleada de 5 a 1 sobre a Suécia

Rio de Janeiro - Depois de uma cerimônia de abertura de tirar o fôlego, neste sábado (6) muita emoção passou pelos campos e quadras e acenderam o interesse dos fãs de esportes. A primeira prata do Brasil veio do tiro esportivo com Felipe Wu. Forte candidata ao bicampeonato, Sarah Menezes perde e fica pelo caminho.

Siga esses e outros destaques ao longo do sábado, dia 6:

O melhor do dia foi conquistado pelas meninas do futebol, com o placar de 5 a 1 que a seleção Brasileira Feminina de Futebol deixou frente a Suécia. É a segunda vitória da equipe liderara por Marta, mas os brasileiros também se destacaram no tiro, vôlei feminino, handebol feminino e natação masculino.

Futebol Feminino

Rio de Janeiro (Agência Brasil/Maiana Diniz) - A equipe feminina de futebol do Brasil derrotou o time sueco por 5 a 1, no Estádio do Engenhão, no segundo jogo da seleção brasileira na Rio 2016. Com a goleada, as meninas garantiram a classificação para a próxima rodada da competição.

A capitã Marta marcou dois gols e Bia, um. Cristiane marcou um gol hoje e reforçou o título de maior artilheira dos jogos olímpicos, com 14 gols no total. Ela se machucou durante a partida e deixou o campo com a ajuda do fisioterapeuta, reclamando de dores musculares.

O jogo de estreia das brasileiras foi contra a China, na quarta-feira (3) e terminou em 3 a 0 para o Brasil.

O primeiro tempo de Brasil x Suécia do Futebol Feminino terminou com 3 a 0 para Brasil. O último gol foi da lenda Marta. Enquanto isso, nas piscinas, a equipe de Polo Aquático brasileira venceu a Austrália por 8 a 7.

Bala Perdida

Como nota negativa, a notícia de que uma bala perdida atingiu o Centro de Hipismo Olímpico de Deodoro, um dos cinco complexo esportidos da Olimpíada, no Rio, que fica perto da zona militar. O projétil atravessou a lona da sala na tarde de hoje (6), por volta das 15h30.

Apesar do susto, não houve feridos. As polícias civil, militar e a força de segurança nacional estão investigando a origem do projetil, segundo informou a assessoria do Comitê Rio 2016.

Boxe

Michel Borges encerra com vitória no boxe.

EUA e França

​Com segurança reforçada, jogo entre EUA e França no Mineirão é tranquilo, a partida deste sábado (6) entre as seleções de futebol feminino dos dois países foi marcada pela tranquilidade, descontração da torcida e pela homenagem ao compositor e cantor mineiro Vander Lee, que faleceu na sexta-feira (5).

Brasil não foi bem no primeiro jogo do Basquete Feminino

Em estreia nos Jogos Olímpicos, a seleção brasileira feminina de basquete não conseguiu romper barreira de derrotas para a Austrália. Por 84 a 66, o Brasil perdeu novamente para a Austrália, medalha de bronze nos Jogos de Londres 2012.

As duas seleções se enfrentaram outras seis vezes, com seis vitórias das australianas. O último confronto foi em Londres, com vitória da Austrália por 67 a 61.

Refugiada

Para refugiada síria, conseguir competir já é uma vitória. Nadadora síria da equipe de refugiados vence bateria, mas fica em 41º nos 100m borboleta.

Prata no Tiro

Primeira prata do Brasil veio de atleta do Exército. O atleta do Exército Felipe Almeida Wu, de 23 anos, alcançou a primeira medalha para o Brasil, de prata, na prova de pistola de ar 10 metros.

Nesta Olimpíada, o número de atletas militares brasileiros nos Jogos é o maior da história.

Vitória brasileia no tênis de mesa

Hugo Calderano venceu o cubano Andy Pereira, de Cuba, por 4x0 e avançou para a segunda fase no tênis de mesa.

Bárbara e Ágatha vencem República Tcheca no vôlei de praia por 2 a 1

Na estreia do vôlei de praia, as brasileiras Ágatha Bednarczuk e Bárbara Seixas de Freitas venceram a dupla Barbora Hermannová e Marketa Sluková, da República Checa, por 2 sets a 1. A dupla brasileira foi campeã mundial no ano passado.

Público enfrenta sol forte para acompanhar o futebol feminino em São Paulo

O movimento era intenso, mesmo sob sol forte, do lado de fora da Arena Corinthians, na zona leste da capital paulista, antes dos dois jogos do futebol feminino olímpico disputados neste sábado (6). Às 15h, entraram em campo Canadá e Zimbábue e, às 18h, a Alemanha enfrentou a Austrália.

Vôlei feminino estreia com vitória por 3 a 0 contra Camarões

Bicampeã olímpica, a equipe de voleibol feminino estreou com tranquilidade neste sábado (6) nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, vencendo a equipe de Camarões por 3 sets a 0 em apenas 1 hora e 3 minutos.

Esgrima: brasileira é eliminada, mas chega ao melhor resultado do país

A esgremista italiana naturalizada brasileira Nathalie Moellhausen foi eliminada na prova de espada individual, mas chegou ao melhor resultado brasileiro feminino da história do esporte em Jogos Olímpicos.

Na estreia da esgrima nos jogos, Nathalie chegou às quartas de final, mas perdeu para a francesa Lauren Rembi, por 15 a 12. Nas oitavas de final, Nathalie venceu a francesa Marie-Florence Candassamy, por 15 a 12.

Vanderlei Cordeiro de Lima era “plano B” para acender pira olímpica; Pelé era primeira opção

No dia seguinte à abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a organização da cerimônia revelou que, de fato, Pelé era a primeira opção para acender a pira olímpica no evento.

O ex-maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima era o “plano B” para realizar a ação, considerada a mais importante do evento. A informação foi dada pelo diretor de comunicação do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos, Mário Andrada.

Brasileiro derrota australiano no boxe

Juan Nogueira,primeiro peso-pesado brasileiro nos Jogos bateu o australiano Jason Whateley e encara russo Tishchenko nas 2ª fase.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro