São Paulo, SP, 17/11/2019
 
14/12/2013 - 21h48m

Butantan terá vacinas contra coqueluche para imunizar grávidas

Agência Hoje 
Agência Hoje/Arquivo
Instituto Butantan inicia produção de vacinas contra coqueluche a partir de 2014
Instituto Butantan inicia produção de vacinas contra coqueluche a partir de 2014

São Paulo (Agência Hoje) - O Instituto Butantan anunciou esta semana o início da produção de vacinas contra coqueluche para atender cerca de sete milhões de mulheres grávidas. A distribuição do remédio será feita gratuitamente pela rede do SUS em todo Brasil, já a partir de 2014.

A versão acelular da vacina contra a coqueluche permitirá a imunização de mulheres grávidas. O instituto Butantan já é responsável pela produção de vacinas contra difteria e tétano e fará o novo componente após acordo com a GlaxoSmithKline (GSK), que permite a transferência de tecnologia para a produção local do pertussis acelular imunobiológico.

A nova vacina permitirá a imunização das três doenças - difteria, tétano e coqueluche. A vacinação de mulheres contra a coqueluche durante a gestação poderá oferecer proteção aos seus bebês recém-nascidos, promovendo a redução de casos e óbitos pela doença nas crianças menores de seis meses de idade.

Além disso, a imunização de gestantes poderá contribuir tanto para a diminuição da transmissão da doença para o lactente quanto para oferecer proteção indireta nos primeiros meses de vida, período em que a criança ainda não completou o esquema de três doses da vacina recomendado pela rede pública de saúde.

No calendário do SUS, a vacina com o componente pertussis de células inteiras, já produzidas pelo Instituto Butantan, é oferecida para as crianças de até seis anos de idade. A primeira dose deve ser recebida aos dois, a segunda aos quatro e a terceira aos seis meses de idade.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro