São Paulo, SP, 23/10/2018
 
20/01/2015 - 04h19m

Caminho Fácil

 

O novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, optou pelo caminho mais fácil e decidiu aumentar tributos para reforçar o caixa do Governo. Claro, é bem mais simples do que cortar despesas e trabalhar com uma administração enxuta.

De uma só penada, ele aumentou o PIS e o Confins e ainda achou espaço para retomar a Cide, cujo nome oficial é tão estranho quanto a sua utilidade - Contribuição para Intervenção no Domínio Econômico.

O resultado é que a gasolina terá um aumento de R$ 0,22 por litro e o óleo diesel R$ 0,15, válidos a partir de 1º de fevereiro. O Governo, por sua vez, terá R$ 20,6 bilhões para gastar só este ano.

Caminho Fácil 1

Ao ser questionado sobre os reflexos da medida nos preços da gasolina e do óleo diesel para os consumidores, o ministro sorriu e disse que  não sabe. "Essa decisão não é do Ministério da Fazenda, mas da empresa, a Petrobras".

A teoria do ministro é de que a Petrobras tem condições de reduzir os preços nas refinarias para absorver o aumento dos tributos. Os jornalistas que estavam na coletiva e sabem das agruras financeiras da outrora maior empresa do país, se entreolharam e riram. Discretamente, como manda o protocolo.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro