São Paulo, SP, 22/09/2019
 
13/11/2013 - 08h41m

Casos de desidratação têm 25 internações dia em hospitais paulistas

Agência Hoje* 
Agência Hoje/Arquivo
No Estado de São Paulo, pelo menos 25 pessoas são internadas com problemas de desidratação
No Estado de São Paulo, pelo menos 25 pessoas são internadas com problemas de desidratação

São Paulo (Agência Hoje) - Levantamento realizado pela Secretaria da Saúde do Estado indicou que em média 25 pessoas são internadas por dia com complicações causadas por desidratação. No primeiro semestre do ano, foram realizadas 4.449 internações, sendo que 762 eram de pessoas idosas e 270 de crianças de até quatro anos de idade.

Segundo os médicos, os casos de desidratação ocorrem com pessoas de qualquer idade, mas os idosos e as crianças, por serem mais vulneráveis ao problema, podem ter o quadro agravado e serem levados a sequelas e riscos maiores. Os profissionais alertam que se não for cuidada no tempo certo e adequadamente, ela pode levar à morte. 

"A desidratação ocorre quando a perda de água corporal não é reposta adequadamente", explica o médico Alysson Moraes Souza, do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) "Dr. Luiz Roberto Barradas Barata", em Heliópolis, na capital.

De acordo com o médico, "em casos mais graves, pode ocorrer redução acentuada da pressão arterial, parada da eliminação da urina, confusão mental, perda de consciência, convulsões, coma, falência de órgãos e até a morte". A recomendação para evitar o problema é a ingestão de líquidos em quantidade. "Ela é necessária para prevenir a desidratação em qualquer época do ano, especialmente nos dias de calor".

Veja o registro de outros casos de desidratação:

Em 2010, de janeiro e março, São Paulo registrou 3.871 casos de internações causadas por desidratação.

O número de casos em crianças até 14 anos chegou a 1.802, representando 46,5% do total.

A média mensal de internações de crianças e adolescentes é 44,2% maior nos meses de verão.

Veja quais são os principais sintomas da desidratação:

- Sede,

- Náuseas

- Boca Seca

- Fraqueza

- Desconforto Gera

- Cansaço

- Diminuição do Ritmo

Veja quando o quadro é mais grave:

Câimbras musculares

Calafrios

Vômitos

Veja os cuidados que podem ser tomados:

Soro Caseiro

Como fazer: misture em um litro de água mineral, filtrada ou fervida, uma colher de café de sal e uma colher de sopa de açúcar. Misture bem e dê à criança em pequenas colheradas.

Indicação: o soro caseiro é usado para combater a desidratação em casos de intoxicação alimentar, insolação ou diarreia ou vômitos.

Veja as orientações da Secretaria da Saúde para evitar a desidratação:

- Ingerir pelo menos 2 litros de água por dia;

- Beber somente água tratada, filtrada ou fervida;

- Preferir roupas leves, usar chapéus, bonés e sombreiros;

- Evitar exposição direta ao sol, especialmente nos horários mais quentes do dia;

- Fazer uso de bloqueador solar;

- Evitar prática de exercício físico intenso nos horários ou dias mais quentes;

- Monitorar crianças e idosos para garantir a ingestão adequada de líquidos e oferecê-los várias vezes ao dia, em pequenas quantidades e em intervalos curtos;

- Manter-se em ambientes arejados e com temperaturas amenas. Isso pode reduzir a perda de líquidos por meio do suor e da respiração;

- Para crianças de até 6 meses, o aleitamento materno exclusivo é a melhor maneira de garantir uma boa hidratação.

* Com informações da Secretaria da Saúde

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro