São Paulo, SP, 13/11/2019
 
28/01/2016 - 10h43m

China injeta recursos no sistema financeiro do país pela segunda vez esta semana

Agência Lusa 

Pequim - O Banco do Povo da China (PBOC, Banco Central) injetou nesta quinta-feira (28) 340 bilhões de yuan (47,8 bilhões de euros) no sistema financeiro do país, na segunda tentativa, nesta semana, de melhorar a liquidez.

Desde que, no dia 19 de janeiro, o Gabinete Nacional de Estatísticas revelou um crescimento da economia chinesa de 6,9% em 2015 - o ritmo mais lento dos últimos 25 anos - o PBOC fez cinco injeções de recursos.

As operações foram concretizadas por meio de acordos de recompra (repos), um mecanismo que pressupõe a recompra posterior dos títulos vendidos dentro de um prazo estabelecido.

Nessa terça-feira (26), o Banco Central chinês injetou 440 bilhões de yuan (62 bilhões de euros) no sistema financeiro chinês, a maior operação do gênero desde fevereiro de 2013.

A agência oficial chinesa Xinhua justifica as operações com a necessidade de garantir liquidez durante o Ano Novo Lunar, a principal festa das famílias chinesas, que começa no dia 8 de fevereiro.

A quantia injetada no período supera em muito a do exercício de 2015, que foi de 80 bilhões de yuan (11, 2 bilhões de euros).

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro