São Paulo, SP, 27/04/2017
 
22/09/2016 - 14h47m

Chopperia do Alemão tem canecão gigante e comida de primeira

Agência Hoje/Daniel Lopes 
Agência Hoje/Sandra Mello
Canecão de Chopp, com 1,5 litro, chama a atenção dos frequentadores
Canecão de Chopp, com 1,5 litro, chama a atenção dos frequentadores
  • Chopperia do Alemão, no bairro Jardim do Lago
  • Canecão raro de porcelana com capacidade para três litros de bebida

Atibaia, São Paulo (Agência Hoje/Daniel Lopes) - Em Atibaia, a 60 quilômetros de São Paulo, funciona o Bar e Chopperia do Alemão, um recanto agradável, em frente ao Parque do Lago, com vista para a Pedra Grande e visitas frequentes de patos, gansos e, às vezes, divertidos esquilos.

O ambiente da rua é bucólico, meio romântico. O bar tem estilo alemão, mas sem o ar pesado dos germânicos. É do tipo alegre, de cores vivas. As cadeiras e mesas da varanda, onde fica a turma da fuzarca, são simples, de plástico. Na parte interna o ambiente fica mais requintado, as mesas são espaçosas, de madeira, e as cadeiras confortáveis.

Há bons banheiros, sempre limpos e bem cuidados.

Em termos de comida não fica devendo a nenhum bom restaurante alemão de São Paulo ou outra capital brasileira. A cozinha produz pratos de qualidade, saborosos, generosos, sempre na temperatura certa. Os destaques vão para as especialidades da casa, kassler, páprica schinitzel, weiss wurst, eisbein.

Feijoadas e Caipirinhas

Mas, a grande pedida da Chopperia do Alemão (quando foi fundado, há 34 anos, era só Bar do Alemão, mas chegou alguém mais esperto, registrou o nome e proibiu o uso) continua sendo a feijoada aos sábados e o cozido aos domingos. São pratos apetitosos que servem bem duas ou três pessoas e custam relativamente pouco (R$ 68,00).

A feijoada chega na mesa bem acompanhada: arroz, feijão preto, farofa, couve, torresmo, bisteca, fatias de laranja. O forte são os pertences de porco, o caldo grosso, o cheiro característico. É um prato bem brasileiro, servido no ponto certo, na cor certa e sem excesso de gordura. Em média, demora 15 minutos.

Para facilitar, tem o chopp da Brahma, muito bem tirado, com colarinho, espuma cremosa e temperatura ideal, entre dois e três graus centígrados. Ou, para quem prefere, ótimas e variadas caipirinhas que podem ser de pinga, saquê ou de vodka. As frutas vão desde o limão tradicional, ao morango, abacaxi, maracujá.

Para quem gosta de natureza, o ideal é sentar nas mesas da varanda, com vista para o lago, a rua arborizada, a pista de cooper movimentada, os cãezinhos das madames e, ao fundo, a Pedra Grande. É paisagem reconfortante. Com um copo da caipirinha escolhida ou do chopp bem tirado não tem coisa melhor para se fazer no almoço do sábado.

E para quem adora música há boas alternativas. Como é um bar alemão, naturalmente tem música alemã, algumas pops com a exuberante Andrea Berg, sempre talentosa na sua voz rouca; outras da bandinha alemã da Oktuberfest e muitas folclóricas e de paródias. O som também solta músicas brasileiras legais e de bom gosto, como as POP dos anos 70 e 80.

Quer novidades, quitutes que ninguém imagina? O Alemão de Atibaia tem. Um bom exemplo é a casquinha de bacalhau, parece estranho à primeira vista, mas ela vai muito bem com chopo e também com vinho.

Chopp da Brahma

O chopp que é servido no Alemão de Atibaia é tirado pelo próprio dono da casa, Harry Becker, filho de alemães. Sempre sai com colarinho e espuma cremosa, abundante, bonita. Só que ele tem um detalhe difícil de ser encontrado em bares, de São Paulo ou de qualquer outra cidade brasileira. São os canecões de 1,2 litro, semelhantes aos usados na Oktoberfest de Munique, na Alemanha.

No canecão o chopp até parece que fica diferente, tão diferente que é comum ver os bebedores tirando selfies quando eles chegam às mesas. O tamanhão, o burburinho e as risadas chamam a atenção e criam um clima que lembra os festivais de chopp de Munique, Berlim, Dusseldorf ou Frankfurt, guardadas as proporções, é claro.

Com chopp ou sem chopp, com feijoada ou sem feijoada, o Alemão de Atibaia é sempre uma boa pedida para comer bem e bebericar. É um lugar de gente bem humorada, de atendimento simpático sem afetação, de dono visitando as mesas, conversando com as pessoas, cumprimentando os conhecidos e perguntando se tudo está saindo como esperavam.

O movimento maior vai das 12h às 14h30, mas é comum encontrar mesas ocupadas até às 18h, 19h, já perto da hora do jantar. Para quem prefere os petiscos no lugar do almoço, a casa conta com algumas opções excelentes, como o bolinho de bacalhau (difícil encontrar igual, mesmo em São Paulo) e a casquinha de siri.

Há vinhos no cardápio, tintos e brancos, e grande variedade de sucos da própria fruta. Entre os mais procurados, laranja, limão, abacaxi, morango, maracujá. O atendimento é simpático, rápido, prestativo e prático, feito por pessoas da família ou que trabalha na casa há muito tempo.

A verdade é que a Chopperia do Alemão é mais uma ótima opção para se conhecer no interior de São Paulo, com a vantagem de ficar em Atibaia, uma cidade bonita, acolhedora e a meio caminho de São Paulo (60 quilômetros), Campinas (55 quilômetros) e São José dos Campos (88 quilômetros).

SERVIÇO

Chopperia do Alemão

Praça do Lago, 152, Jardim do Lago, Atibaia, São Paulo

Telefone: (11) 4412-0733

Site: www.chopperiadoalemao.com.br

Horários de Funcionamento

De quarta à sexta-feira: Das 17h às 24h

Sábado: Das 12h às 16h e das 19h às 24h

Domingo: Das 12h às 16h

Principais pratos: Culinária Alemã, Strogonoff, Filé a Parmegiana, Feijoada, Frutos do Mar, Petiscos

Músicas; Alemã, Brasileira, Holandesa, Italiana

Cartões de Crédito e Débito: Todos

Estacionamento: Fácil, na rua, sem custo

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro