São Paulo, SP, 20/06/2018
 
09/07/2014 - 16h28m

Chuvas fortes deixam 126 municípios em estado de emergência no Rio Grande do Sul

Agência Brasil/Ana Cristina Campos 

Porto Alegre - Chega a 149 o número de municípios afetados pela chuva no Rio Grande do Sul, dos quais 126 estão em estado de emergência. Iraí e Barra do Guarita decretaram estado de calamidade pública. Segundo o mais recente boletim da Defesa Civil Estadual, divulgado hoje (9), 18.391 pessoas ainda estão fora de casa. Ontem, eram 20.436. No norte do estado, uma das regiões mais afetadas, os moradores estão começando a voltar para as residências.

A Defesa Civil contabiliza 17.070 pessoas desalojadas, que estão em casas de parentes e amigos, e 1.321 em abrigos públicos.

Os temporais causaram duas mortes: de José Lindomar da Silva, em Jacutinga, e Eracildo Luiz Assmann, 56 anos, em Arroio do Tigre. Paula Thon, 23 anos, continua desaparecida em Arroio do Tigre, onde os bombeiros fazem buscas.

Segundo o governador Tarso Genro, serão liberados R$ 8 milhões para as ações emergenciais. Ele visitou ontem (8) a região de Uruguaiana, uma das mais prejudicadas pelo mau tempo. Barra do Quaraí, Itaqui, São Borja e Uruguaiana, na fronteira Oeste, têm 17.728 moradores fora de casa devido à cheia do Rio Uruguai.

Até ontem, o governo estadual, em parceria com o Ministério da Integração Nacional, repassou aos municípios atingidos pela chuva intensa e pelas cheias do Rio Uruguai e afluentes mais de R$ 1 milhão em materiais de assistência humanitária, como kits de higiene pessoal, de limpeza, dormitório e cestas básicas.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, a previsão do tempo no estado até sábado (12) é parcialmente nublado, com ventos fracos a moderados.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro