São Paulo, SP, 13/11/2019
 
26/06/2015 - 09h54m

Confira os destaques da Copa do Mundo de Futebol Feminino

Portal EBC/Patrícia Serrão 
Reprodução
Copa do Mundo de Futebol Feminino chega às quartas de final
Copa do Mundo de Futebol Feminino chega às quartas de final

Brasília - Alemanha x França

A seleção da Alemanha está entre as favoritas ao título da Copa do Mundo feminina, mas, ao contrário dos homens, que conquistaram o carinho da torcida no Brasil mesmo após a goleada em cima da seleção brasileira, as alemãs não contam com o apoio da torcida local. Porém, se isto incomoda as jogadoras, elas não deixam transparecer. No primeiro jogo deste Mundial, imprimiram uma goleada histórica de 10 a 0 em cima da Costa do Marfim. A média de gols das alemãs é impressionante: 4,75 gols por partida. E elas vêm embaladas de uma vitória por 4 a 1 na Suécia nas oitavas de final.

A jogadora alemã que você deve prestar atenção é a atacante Anja Mittag, artilheira da competição com cinco gols marcados. Em 57,1% das vezes que Mittag chuta a gol, a finalização é certa: foram oito finalizações no gol e apenas três erradas. Outra jogadora que deve se ficar atento é Célia Šašić, que já marcou quatro gols nesta Copa.

A seleção da França, que terminou como líder do Grupo F, foi evoluindo e crescendo ao longo da competição. Começaram com uma importante vitória contra a seleção da Inglaterra, seguida por uma derrota para a Colômbia e uma goleada de 5 a 0 em cima do México. Nas oitavas, as francesas conseguiram uma vitória fácil por 3 a 0 sobre a Coreia do Sul.

Com uma média de gols inferior à alemã, a seleção da França já fez nove gols, o que dá 2,25 por jogo. As atacantes Marie Laure Delie e Eugenie Le Sommer aparecem empatadas na artilharia da equipe. Delie marcou três gols em três jogos e Le Sommer balançou as redes três vezes em quatro partidas.

A França nunca venceu a Alemanha em uma competição oficial. Além de duas vitórias na Eurocopa feminina, as alemãs ganharam o único jogo em Mundiais em 2011: no encontro dos dois times pela fase de grupos, vitória da Alemanha por 4 a 2. Esta é a chance que as “Le Bleus” tem para mudar a história. A TV Brasil transmite o jogo na sexta-feira (26), a partir das 16h45.

China x EUA

Os Estados Unidos, duas vezes campeão do mundo, também despontam como fortes candidatas a levantar a taça mais uma vez. Enquanto a seleção da Alemanha tem a seu favor o excelente ataque, as americanas possuem a melhor defesa da competição. A goleira americana Hope Solo já fez nove defesas importantes e tomou apenas um gol. Contra o time americano pesa o fato que a meio-campista Megan Rapinoe não joga contra a China: ela cumpre suspensão por ter tomado dois cartões amarelos.

Os Estados Unidos vieram do chamado “grupo da morte”, somando vitórias contra Austrália e Nigéria e empate com a Suécia. Nas oitavas, ganharam da Colômbia por 2 a 0 em um jogo complicado. As norte-americanas, inclusive, desperdiçaram um pênalti: a atacante Abby Wambach foi para a cobrança e acabou jogando para fora, do lado esquerdo do gol.

Oito vezes campeãs asiáticas, as chinesas ainda não convenceram nesta Copa do Mundo. A única vitória da equipe na fase de grupos veio graças a um gol aos 46 minutos do segundo tempo, em cima da Holanda. Nas oitavas conseguiu uma vitória magra por 1 a 0 em cima de Camarões. A principal jogadora chinesa é Wang Lisi, com dois gols.

China e Estados Unidos já se enfrentaram três vezes em Copas, com uma vitória para as americanas e dois empates. Na história deste confronto em Mundiais, os Estados Unidos balançaram as redes chinesas cinco vezes, enquanto a China só conseguiu marcar três gols. As duas seleções se enfrentam na sexta-feira (26), às 20h30.

Austrália x Japão

As australianas já participaram de seis Copas do Mundo, no entanto ainda buscam o seu primeiro troféu. Ao vencer a seleção brasileira, a Austrália demonstrou a evolução de seu futebol feminino e provou que não deve ser subestimada. As Matildas sobreviveram ao “grupo da morte”, com os Estados Unidos, Suécia e Nigéria. O ataque australiano é formado por Kyah Simon, que marcou quatro dos nove gols da Austrália nesta Copa, e por Lisa De Vanna, autora de três gols. A equipe tem uma média de 2,25 gols por partida.

O Japão é o atual campeão mundial e é a única equipe do torneio com 100% de aproveitamento. Na primeira fase ganhou de Camarões, Suíça e Equador. Nas oitavas, mandou a seleção da Holanda para casa. Vale prestar atenção na meia japonesa Homare Sawa. Eleita melhor do mundo em 2011, a veterana jogadora, de 36 anos, anunciou recentemente que esta seria sua última Copa. O ataque japonês é fraco, tendo marcado apenas seis gols em quatro jogos - média de 1.5 gol por partida. Elas também não têm uma artilheira que se destaque e a autoria dos gols é distribuída por toda a equipe. Os gols nipônicos foram marcados por Aya Miyama, Aya Sameshima, Saori Ariyoshi, Mizuho Sakagushi, Yuika Sugasawa e por Yuki Ogimi.

Austrália e Japão nunca se enfrentaram em Copas do Mundo. O jogo ocorre no sábado (27), com transmissão da TV Brasil a partir das 16h45.

Inglaterra x Canadá

A seleção da Inglaterra vem de uma vitória de virada em cima da Noruega por 2 a 1 nas oitavas de final. Na fase de grupos, o time inglês ficou em segundo lugar do seu grupo, com derrota para França e vitórias em cima de México e Colômbia. Com média baixa de 1.5 gols por partida, o destaque da seleção inglesa é a meia Karen Carney, que aparece com dois gols marcados.

O Canadá tem a vantagem de jogar em casa, mas ainda não fez uma apresentação que empolgou a torcida. Venceu a estreia contra a China por 1 a 0, com gol de Christine Sinclair, de pênalti, nos acréscimos do segundo tempo. Nos outros jogos da primeira fase empatou com a Nova Zelândia e Holanda. Nas oitavas, passaram com o placar apertado de 1 a 0 em cima da Suíça. As canadenses tem a pior média de gols entre os times que estão nas quartas de final - apenas 0,75 gols por jogo. Os destaques da seleção são a atacante Christine Sinclair e a meia Ashley Lawrence, cada uma com um gol marcado nesta competição.

As duas seleções se enfrentaram apenas uma vez em Copas do Mundo: foi na edição de 1995, com vitória inglesa por 3 a 2 na fase de grupos. O jogo será no próximo sábado (27) às 20h30.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro