São Paulo, SP, 16/10/2018
 
08/02/2017 - 14h24m

Cruz Vermelha denuncia assassinato de 6 funcionários; mais 2 estão desaparecidos

Rádio França Internacional 

Cabul, Afeganistão - Seis funcionários da Cruz Vermelha morreram no norte do Afeganistão e outros dois continuam desaparecidos, anunciou nesta quarta-feira (8) a organização internacional.

Os trabalhadores foram assassinados na instável região de Jawzjan, informou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), sediado em Genebra, Suíça, sem revelar a nacionalidade das vítimas nem a identidade do grupo que pode estar por trás do incidente. As informações são da Radio France Internationale.

"Estamos comovidos e devastados", disse um porta-voz da organização. As mortes acontecem poucas semanas depois da libertação de um funcionário espanhol do CICV que havia sido sequestrado em 19 de dezembro, quando viajava com uma equipe da organização entre Mazar-i-Sharif e a província vizinha de Kunduz, reduto talibã. Ele foi liberado em meados de janeiro, mas nem o CICV nem as autoridades locais informaram como o sequestro acabou ou citaram os suspeitos do crime.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro