São Paulo, SP, 22/09/2019
 
18/09/2014 - 11h40m

Dançarinos e MCs da Zona Leste mostram arte na Batalha de Passinho do Romano

Agência Hoje 
Reprodução
Batalha do Passinho vai movimentar bairros da Zona Leste no sábado, dia 20
Batalha do Passinho vai movimentar bairros da Zona Leste no sábado, dia 20

São Paulo (Agência Hoje) - A Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes vai organizar neste sábado, 20, a 2ª Edição da Batalha de Passinho do Romano, com a presença de MCs que são referência no cenário do funk atual. A competição reunirá dançarinos e fãs das músicas, típicas da Zona Leste de São Paulo.

O evento é gratuito e contará com diversos dançarinos competindo em disputas solos, com duração de 45 segundos para cada participante, para eleger a melhor performance do ‘passinho’, que vem se destacando entre os jovens na atualidade.

O "Passinho do Romano" virou febre na periferia de São Paulo, invadiu bailes e movimentou as redes sociais. Esta modalidade surgiu como homenagem a Magrão, um morador do Jardim Romano, bairro da zona leste de São Paulo, que dançava funk de um jeito engraçado, com movimentos rápidos, imitações de robô e a sugestão de que estava com vergonha.

Morto num acidente de moto em 2013, Magrão recebeu uma homenagem dos amigos, que imitaram os movimentos e fizeram vídeos, disseminando a dança e agregando novos adeptos.

Nesta segunda edição, haverá participações especiais de MC Taz, MC Juninho JR e MC Bruno IP, consagrados no cenário do Funk atual, além da presença do dançarino Fezinho Pataty, grande sensação do momento do Passinho do Romano, com mais de 14 milhões de visualizações em seu vídeo publicado no You Tube.

Inserida nas comunidades paulistanas, as Fábricas de Cultura promovem shows e eventos visando ceder espaço para difusão cultural para os grupos e artistas dos bairros em que estão implantadas, abrigando espetáculos para toda a comunidade, buscando entretenimento gratuito para o público e visando expor o talento dos artistas dos bairros do entorno.

SERVIÇO

2ª Edição da Batalha de Passinho do Romano

Fábrica de Cultura Cidade Tiradentes

Dia: 20 de setembro (sábado)

Horário: a partir das 18h

Endereço: Rua Henriqueta Noguez Brieba, 281

Telefone: (11) 2556-3624

Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 21h

Sábados das 9h às 21h e Domingos das 10h às 17h

Sobre as Fábricas

As Fábricas de Cultura são um programa do Governo do Estado de São Paulo, implantado pela Secretaria da Cultura e viabilizado por meio de contrato de empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Instaladas em regiões socialmente críticas da capital paulista, as Fábricas de Cultura dão oportunidades a jovens e crianças de terem acesso a arte de qualidade em modernos prédios de aproximadamente seis mil m², abrindo as portas para uma nova realidade em suas vidas.

As crianças e adolescentes, nas Fábricas de Cultura, frequentam aulas de iniciação artística nas áreas de música, teatro, circo, dança, multimeios (filmagem e edição de vídeos), xadrez e artes plásticas, cada uma com várias modalidades, nos mais diversos estilos.

Além disso, o local serve de espaço para difusão cultural para os grupos e artistas dos bairros em que as Fábricas estão implantadas, abrigando espetáculos para toda a comunidade nos fins de semana, além de oferecer biblioteca com mais de dois mil títulos e cinema.

O Governo do Estado de São Paulo mantém dez Fábricas de Cultura em bairros da periferia da Capital Paulista. São cinco unidades na Zona Leste (Cidade Tiradentes, Itaim Paulista, Parque Belém, Sapopemba e Vila Curuçá), quatro na Zona Norte (Jaçanã, Vila Nova Cachoeirinha e Brasilândia) e mais duas na Zona Sul (Jardim São Luís e Capão Redondo).

As localidades foram escolhidas a partir do Índice de Vulnerabilidade Juvenil - IVJ, desenvolvido pela Fundação Seade e composto por variáveis que influem nas condições de vida dos jovens.

Cinco unidades do programa Fábricas de Cultura são administradas pela POIESIS – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura: FC Jaçanã, FC Vila Nova Cachoeirinha, FC Jardim São Luís, FC Brasilândia e FC Capão Redondo. As outras cinco são geridas pela Organização Social Cultural e Educacional – Catavento: FC Sapopemba, FC Parque Belém, FC Itaim Paulista, FC Vila Curuçá e FC Cidade Tiradentes.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro