São Paulo, SP, 25/09/2018
 
13/06/2017 - 04h37m

Demanda de energia deverá crescer até 2,5% em 2017; eólica continua na frente

Agência Brasil/Sabrina Craide 

Brasília - A demanda por energia pode crescer entre 1,5% e 2,5% neste ano no país. De acordo com o Boletim Mensal de Energia, divulgado nesta segunda-feira (12) pelo Ministério de Minas e Energia, até março a oferta interna de energia cresceu 1,5%.

“Os indicadores de março de 2017, da produção industrial e de usos da energia, sinalizam pequena recuperação da economia”, diz o documento. Ainda segundo o boletim, a tarifa média nacional de eletricidade residencial recuou 6,1% até março. A tarifa comercial recuou 6,5% e a industrial caiu 7,2%.

A energia eólica deve responder por 6,6% da matriz de oferta elétrica de 2017. No ano passado, a força gerada por ventos representou 5,4% da matriz. A oferta de energia hidráulica acumulou alta de 7,6% até março, mas recuou 4,1% sobre fevereiro. A produção de petróleo acumula alta de 14,4% até março, se comparado ao mesmo período de 2016. A produção de aço também acumula alta de 12,1%. Já a produção de biodiesel cresceu 3,5% em março.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro