São Paulo, SP, 22/10/2019
 
27/01/2016 - 13h52m

Dermatologista explica como o tratamento da Hanseníase funciona

Portal EBC 
Agência Brasil/Elza Fiuza
Hanseníase é uma doença infectocontagiosa que acomete a pele e os nervos do paciente
Hanseníase é uma doença infectocontagiosa que acomete a pele e os nervos do paciente

Brasília - O combate à doença de Hansen ou Hanseníase está sendo lembrado por causa do Dia Mundial contra a doença, lembrado no final deste mês. Até sexta-feira, (29) uma carreta estacionada na Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília, oferece exames rápidos para a população, das 8h às 17h.

A Hanseníase é uma doença infectocontagiosa que acomete a pele e os nervos do paciente.

O Brasil está entre os líderes mundiais com casos da doença. Segundo a dermatologista, o Ministério da Saúde tinha um planejamento de eliminar a Hanseníase até 2016, mas não conseguiu:" porque o diagnóstico é feito tardiamente, uma vez que o paciente quando procura o posto de saúde ou o dermatologista é muito tarde e ele já contaminou outras pessoas", explica.

A dermatologista Joana Costa diz que o segundo problema é que o tratamento apesar de ser gratuito é longo, e muitos pacientes não fazem adequadamente. A dermatologista explica que o paciente de Hanseníase precisa tomar o remédio diariamente, ir ao posto de saúde uma vez por mês. A duração varia entre seis meses e dois anos, dependendo da prescrição médica.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro