São Paulo, SP, 26/06/2019
 
15/07/2015 - 11h29m

Diabetes: alimentação correta pode auxiliar no controle da doença

Agência Hoje 
Reprodução
Boa alimentação pode ser mais que um aliado no combate a diabetes
Boa alimentação pode ser mais que um aliado no combate a diabetes

São Paulo - Pesquisas científicas internacionais recentes têm apresentado evidências de que a alimentação pode ser mais do que um simples aliado no combate ao diabetes, mas o segredo de um tratamento bem sucedido. No Brasil, já existem profissionais da saúde que defendem que é hora de esclarecer o assunto e acabar com os mitos.

Referência em estudos sobre o metabolismo, o médico brasileiro Patrick Rocha desenvolveu nos últimos anos pesquisas focadas no controle da diabetes através da mudança na alimentação.

Contrariando a linha conservadora, Dr. Rocha acredita que o tratamento do diabetes deve ser orientado não apenas atacando os sintomas, mas a raiz do problema, a partir de uma alimentação capaz de reduzir a necessidade diária de medicações.

"Ao tratar o Diabetes e suas complicações apenas com medicamentos, você não a controla, e muito menos a reverte - você apenas a medica, e não alcança uma melhora real na saúde e qualidade de vida do paciente. Essa falta de esclarecimento tem gerado um sofrimento sem precedentes para os diabéticos, que mesmo tomando a medicação sofrem várias complicações como cegueira, amputações, impotência sexual, insuficiência renal em virtude de não terem um conhecimento real sobre aquilo que estão ingerido e pode estar interfirindo no tratamento".

De acordo com Dr. Rocha um dos maiores problemas da abordagem médica e nutricional atual é a falta de esclarecimento. Existem alimentos que segundo o médico não só podem desencadear a diabetes, como podem, também, piorá-la a longo prazo. O que acaba exigindo uma dose diária cada vez maior de medicamentos. Por esta perspectiva, o paciente precisa compreender que a alimentação é capaz de desintoxicar o organismo e é essencial limpar o organismo de toxinas para que o metabolismo funcione em sua capacidade e desta forma a taxa de glicose se regularize naturalmente, diminuindo a resistência à insulina que afeta milhares de pessoas.

Evitável ou não, o Diabetes tipo I e II precisam ser tratados a partir do momento que são diagnosticados. No Brasil, o Diabetes Mellitus afeta cerca de 12 milhões de pessoas e é reconhecido como um importante problema de saúde pública a ser enfrentado. Em virtude do aumento de sua prevalência, bem como pelos reflexos sociais e econômicos que acarreta, tais como comprometimento da produtividade, qualidade de vida, aposentadorias precoces, altos custos do tratamento e complicações.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro