São Paulo, SP, 24/06/2019
 
09/05/2014 - 04h13m

Dicas de fim de semana movimentam cultura em seis estações

Agência Hoje 
Divulgação
Muito elogiado, Bichos do Brasil, do Grupo Pia Fraus está no Sesc Pinheiros, próximo a Estação Faria Lima
Muito elogiado, Bichos do Brasil, do Grupo Pia Fraus está no Sesc Pinheiros, próximo a Estação Faria Lima

São Paulo (Agência Hoje) - Na semana em que se comemora o Dia das Mães, as Dicas de fim de semana apresentadas pelo Metrô de São Paulo, destaca eventos que acontecem nas proximidades de seis estações - Faria Lima, Consolação, São Bento, República, Brigadeiro e Anhangabaú. Também estão incluídas atrações para toda semana..

Veja as dicas para o fim de semana:

ESTAÇÃO FARIA LIMA

Para comemorar o aniversário de 30 anos, a companhia "Pia Fraus" preparou uma programação especial gratuita. Além de espetáculos do repertório, o novo Kachtanka é apresentado aos sábados e domingos, às 16h, até o dia 18 de maio. Adaptada do conto homônimo de Tchekov, a peça conta a história de uma cachorrinha que se perde de seus donos no Carnaval e enfrenta adversidades na rua.

O ótimo Bichos do Brasil reestreia aos domingos, às 11h, e permanece em cartaz também até o dia 18. Sem pronunciar sequer uma palavra, a trupe mostra os animais que vivem nos campos e florestas e que algumas vezes são desconhecidos da criançada. Filhotes da Amazônia é exibido apenas no domingo (11), às 11h, e retrata a relação entre os bichos e suas proles.

Sábado e domingo, às 16h. Grátis. Até 18 de maio. Na Praça do Sesc Pinheiros (90 lugares), que fica na Rua Paes Leme, 195, próxima à Estação Faria Lima. O telefone é (11) 3095-9400.

ESTAÇÃO CONSOLAÇÃO

Depois de fazer sucesso durante seis anos como protagonista na série Aprendiz de Maestro, a feiticeira Operilda (interpretada pela atriz Andréa Bassitt) retorna aos palcos. E volta a explorar o universo da música clássica para crianças na montagem Operilda na Orquestra Amazônica, que apresenta a história de composições eruditas brasileiras.

A atrapalhada personagem ganha de presente um livro mágico chamado Livrildo, cheio de informações sobre os compositores nacionais. É então lançado o desafio: se Operilda conseguir explicar todo o seu conteúdo em apenas uma hora, Livrildo se transformará em uma orquestra. Colorida e dinâmica, a peça prende a atenção da garotada. Responsável também pelo texto, Andréa é acompanhada por seis músicos.

No repertório aparecem temas como Ô Abre Alas, de Chiquinha Gonzaga, e arranjos de O Guarani, de Carlos Gomes (60 min). Recomendado para crianças a partir de 4 anos. Sábado e domingo, às 15h. R$ 20,00. Até 1º de junho. Na Livraria Cultura – Teatro Eva Herz (167 lugares), que fica na Avenida Paulista, 2073 (Conjunto Nacional), próxima à Estação Consolação. O telefone é (11) 3170-4059.

ESTAÇÃO SÃO BENTO

Diretor de A Festa de Abigaiu, Mauro Batista Vedia investe em uma nova comédia inglesa, desta vez de Moira Buffni. Em O Jantar, um casal (vivido por Helio Cicero e Michelle Boesche) reúne um grupo de amigos. Durante a refeição, todos lembram o passado e misturam irritação e conformismo.

Com Erika Puga, Juliana Vedovato, Marco Barretho, Mauro Schames e Victor de Seixas (80 min). 14 anos. Quarta a sexta, às 20h. R$ 10,00. No Teatro do Centro Cultural Banco do Brasil (125 lugares), que fica na Rua Álvares Penteado, 112, próximo à Estação São Bento. O telefone é (11) 3113-3651.

ESTAÇÃO REPÚBLICA

Na coreografia Movimento para um Homem Só, de Ricardo Gali, os bailarinos Jerônimo Bittencourt e Lucas Delfino, da Cia. Perversos Polimorfos, realizam performances baseadas em intervenções da dupla de grafiteiros osgemeos, em parceria com o inglês Banksy (50 min). 12 anos.

Quinta (8) a sábado (10), às 20h; domingo (11), às 19h. Grátis. Ingressos distribuídos uma hora antes. Na Galeria Olido – Sala Paissandu (35 lugares), que fica na Avenida São João, 473, próxima à Estação República. O telefone é (11) 3331-8399.

ESTAÇÃO BRIGADEIRO

Depois dos discos Do Oiapoque a Nova York (2008) e Minha Tribo É o Mundo (2011), o rapper mineiro Flávio Renegado faz o show de preparação para o lançamento de #suaveaovivo, seu primeiro DVD. Influenciado por rap, reggae e MPB, ele chama a paulistana Lurdez da Luz para cantar com ele na apresentação. Ele mostra a nova Nice to Meet You, além de Sei Quem Tá Comigo, A Coisa É Séria e Suave.

Fazem o acompanhamento Aloízio Horta (baixo), Christiano Caldas (teclado), Égler Bruno (guitarra), Juventino Dias (trompete), Leonardo Brasilino (trombone), Robson Batata (percussão), Rodrigo Carioca (bateria) e DJ Spyder.

Também no Itaú Cultural nesta semana: Alzira E, no sábado (10/5), e duo Gismonti, no domingo (11/5). Livre. Sexta (9), às 20h. Grátis. Ingressos distribuídos meia hora antes. O Itaú Cultural (249 lugares) fica na Avenida Paulista, 149, próximo à Estação Brigadeiro. O telefone é (11) 2168-1777.

ESTAÇÃO ANHANGABAÚ

Para celebrar o rock brasiliense dos anos 80, o Centro Cultural Banco do Brasil organiza um festival com grupos que fizeram parte desse período ou foram influenciados por ele. Abrem o evento os paulistanos do Vespas Mandarinas, que mostram o impacto do rock oitentista com músicas do disco de estreia, Animal Nacional (2013), e com versões do Legião Urbana.

Eles são seguidos pela Panamericana, recém-criada banda formada por Dado Villa-Lobos (guitarra), do Legião Urbana, Dé Palmeira (baixo), que integrou a formação original do Barão Vermelho, Charles Gavin (bateria), dos Titãs, e Toni Platão (voz). O Ultraje a Rigor se junta à festa para encerrar o primeiro dia.

No domingo (11), é a vez da Plebe Rude, conjunto fundamental para a cena, assumir o palco. Depois, Marcelo Bonfá, baterista do Legião Urbana, convida Paulo Ricardo e Carlos Trilha para cantar hits de sua antiga banda, como Tempo Perdido e Pais e Filhos. Nando Reis e Os Infernais finalizam a sequência. Livre. Sábado (10) e domingo (11), a partir das 15h. Grátis. No Vale do Anhangabaú, que fica próximo à Estação Anhangabaú. Informações pelo telefone (11) 3113-3651.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro