São Paulo, SP, 18/06/2019
 
23/09/2015 - 11h42m

Doença de alzheimer não é tratado de forma suficiente, mostra ONU

Portal EBC 
Reprodução
Especialista da ONU  afirmou que a situação das pessoas com Alzheimer não é tratada de forma suficiente
Especialista da ONU afirmou que a situação das pessoas com Alzheimer não é tratada de forma suficiente

Brasília - A especialista independente da ONU para os Direitos das Pessoas Idosas, Rosa Kornfeld-Matte, afirmou que a situação das pessoas com Alzheimer não é tratada de forma suficiente tanto a nível nacional, como internacional.

A declaração de Kornfeld-Matte foi feita para marcar o Dia Mundial de Combate ao Alzheimer, celebrado na segunda-feira (21).

2050

A Organização Mundial da Saúde, OMS, calcula que 47,5 milhões de pessoas vivam no mundo atualmente com algum tipo de doença mental.

Segundo a agência da ONU, mais da metade delas está em países de baixa e média rendas. A OMS afirma que esse número deve dobrar até 2030 e mais do que triplicar até 2050.

A especialista independente da ONU disse que "os idosos com alguma forma de doença mental são esquecidos e suas condições geralmente os expõe a vários tipos de discriminação, abuso e negligência".

Paradigma

Ela declarou que "há uma necessidade de se mudar o atual paradigma de que os idosos com doença mental não devem ser considerados recebedores passivos de cuidados, mas sim usuários ativos com todas as condições para exercer seus direitos humanos".

Rosa Kornfeld-Matte afirmou que os países devem dar mais visibilidade e chamar a atenção para os problemas mentais e os direitos das pessoas que sofrem dessas doenças.

Ela disse que como ainda não há uma cura, muito mais deve ser feito para melhorar o diagnóstico precoce da doença e disponibilizar informações e treinamentos para cuidadores e profissionais de saúde.

A especialista independente da ONU pediu a todos os governos que façam dos problemas mentais uma prioridade e que os idosos com Alzheimer possam viver uma vida digna e segura.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro