São Paulo, SP, 26/06/2019
 
19/11/2013 - 22h53m

Eduardo Campos ouve agronegócio sobre seu programa de governo

Agência Hoje 
Agência Hoje/Arquivo
Eduardo Campos disse que lideranças do agronegócio podem colaborar com seu Plano de Governo
Eduardo Campos disse que lideranças do agronegócio podem colaborar com seu Plano de Governo

São Paulo (Agência Hoje) - Em palestra na Sociedade Rural Brasileira, em São Paulo, o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, anunciou o início de um diálogo "muito franco e respeitoso" capaz de fornecer subsídios e buscar pontos em comum para ajudar "na construção de um programa de Governo" para as próximas eleições.

"PSB e Rede fizeram uma aliança programática, na qual decidimos, em torno de 3 pontos objetivos, construir um debate com a sociedade para a produção das diretrizes que vão lastrear o nosso programa de governo. Essas diretrizes estão sendo discutidas pelo grupo de trabalho, e queremos produzir um programa de governo que naturalmente vai falar sobre a atividade primária no Brasil, sobre o campo, sobre a logística, sobre a economia", disse Eduardo.

Em seguida, ele apontou o objetivo imediato do partido em relação às lideranças do agronegócio brasileiro. "Nós queremos expressar o nosso pensamento. Até lá, é um tempo de escuta, de procurar as entidades, de aproximar, de ver os pontos comuns que temos, e temos muitos", destacou.

"Por exemplo, a nossa disposição de reforçar a presença da energia renovável na matriz brasileira é algo que une o agronegócio, o movimento ambientalista e as pessoas que querem energia renovável. Então temos aí um ponto concreto e objetivo. É preciso haver essa discussão, e nesse debate nós vemos que temos muitos pontos de convergência. Há muitas pessoas no agronegócio brasileiro que sabem que o valor da sustentabilidade é cada vez mais reclamado pelos consumidores Mundo afora", afirmou o presidente do PSB.

Na opinião de Eduardo Campos, "os consumidores na Europa, nos Estados Unidos, no Canadá, no Japão, na China e na América Latina cada vez mais vão à gôndola querendo comprar um produto que tenha essa marca, e o agronegócio brasileiro desenvolveu, no tempo em que o Brasil parou, uma grande aliança entre o conhecimento e a produção, e fez com que hoje o agronegócio legue ao Brasil o dobro do saldo da balança comercial que o Brasil consegue produzir".

O presidente do PSB acrescentou que "Isso não é pouco relevante. Hoje, o agronegócio brasileiro produz 25% dos empregos. Isso não é pouco relevante. Por isso a nossa estada aqui, para fazer esse diálogo, essa aproximação, podermos aprender muito, levar as reivindicações, os pontos que são destacados pelas suas lideranças".

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro