São Paulo, SP, 28/05/2020
 
25/06/2014 - 20h08m

Em decisão política, Dilma tira César Borges do Ministério dos Transportes; Passos assume

Agência Hoje 
Agência Brasil/Arquivo
Cesar Borges deixa Ministério dos Transportes e vai para Secretaria Nacional dos Portos
Cesar Borges deixa Ministério dos Transportes e vai para Secretaria Nacional dos Portos

Brasília (Agência Hoje) - Em decisão política e pensando nas eleições de outubro próximo, a presidente Dilma Rousseff substituiu o ministro dos Transportes, César Borges, filiado ao PR e no cargo desde abril de 2013. Para o lugar será nomeado nesta quinta-feira, 26, Paulo Sérgio Passos, que já ocupou a mesma função no governo do ex-presidente Lula.

Antes da demissão, a presidente chamou César Borges para uma reunião reservada no Palácio da Alvorada. Assessores do ministro não quiseram comentar o teor da conversa, mas aparentavam desencanto com a decisão de Dilma, principalmente porque achavam que o Ministério caminhava bem e tinha o reconhecimento de governadores e parlamentares.

O comando do Ministério dos Transportes passará novamente para Paulo Sérgio Passos que estava no cargo antes de Borges e também foi ministro interino no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Como prêmio de consolação, César Borges vai assumir a Secretaria Nacional de Portos, atualmente comandada por Antonio Henrique Silveira.

Segundo fontes do Palácio, Passos é filiado ao PR e era secretário-executivo do ministério dos Transportes quando o então ministro Alfredo Nascimento deixou o cargo, depois de denúncias de superfaturamento de obras por servidores da pasta. Na ocasião, Passos assumiu a pasta, mas não era reconhecido por integrantes do PR como indicação do partido. Atualmente, ele ocupa a presidência da Empresa de Projetos e Logística (EPL).

A substituição ocorre no momento em que Dilma constrói alianças com partidos para a disputa da reeleição. No próximo dia 30, a Executiva do PR se reúne para decidir oficialmente se apoia a presidente Dilma.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro