São Paulo, SP, 17/09/2019
 
29/08/2014 - 11h38m

Em evento, Aécio diz que manterá reajuste real do salário mínimo

Agência Brasil/Fernanda Cruz 
Reprodução
Candidato à presidência pelo PSDB participou de conversa com operários da construção civil
Candidato à presidência pelo PSDB participou de conversa com operários da construção civil

São Paulo - O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) disse na última quinta-feira (28) que continuará com a política de reajuste real do salário mínimo em seu governo, caso seja eleito. Ele participou nessa manhã de uma conversa com operários da construção civil no bairro da Barra Funda, zona oeste da capital paulista.

Aécio disse ainda que fará o reajuste da tabela do Imposto de Renda de acordo com a inflação e a correção da defasagens acumulada nos últimos anos. Os aposentados também seriam beneficiados. “Estamos aqui para reiterar nosso compromisso de buscar dar aos aposentados, também, um reajuste real das suas aposentadorias e, principalmente, garantir a retomada do crescimento da economia brasileira”, declarou.

Na economia, o candidato garantiu que vai combater a inflação. “Nós, que acabamos com a inflação lá atrás, temos autoridade para dizer que, para nós, a inflação é tolerância zero”, disse ele. Aécio declarou que o crescimento da economia sustentará a geração de empregos.

“O atual governo perdeu a capacidade de gerar as expectativas necessárias à retomada do crescimento da nossa economia. Estamos no momento do início de um novo ciclo de governo no Brasil, responsável, experiente e ousado, do ponto de vista das reformas, que vão permitir ao Brasil garantir um crescimento maior”, garantiu.

As centrais sindicais, além disso, receberão atenção especial em seu governo, prometeu o candidato. “Estou assumindo um compromisso de diálogo permanente com as centrais sindicais, essencial para encontrarmos caminhos que deem ao trabalhador brasileiro a segurança e as expectativas que ele precisa ter”.

O candidato destacou que a experiência de governar será importante para o próximo presidente eleito. “O que posso afirmar é que o Brasil não é para principiantes. O Brasil é para gente experiente e competente. Temos os melhores quadros e aqui estou eu, cercado deles, para fazer com que o Brasil volte a crescer, volte a gerar empregos de maior qualidade e em quantidade”, declarou.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro