São Paulo, SP, 17/06/2019
 
02/05/2016 - 06h52m

Em manifestação em São Paulo, CUT diz que impeachment é contra todos trabalhadores

Agência Brasil/Elaine Patricia Cruz 

São Paulo - Três centrais sindicais, além de diversos movimentos sociais de esquerda, promoveram ato conjunto no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, para marcar o Dia do Trabalho. Com o lema Brasil: Democracia + Direito, as centrais e os movimentos são contra o processo de impeachment contra Dilma Rousseff.

A manifestação teve a participação da presidente Dilma Rousseff e do ministro do Trabalho, Miguel Rossetto. O ex-presidente Lula, muito rouco, não compareceu.

Segundo Vágner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), é uma união "histórica da esquerda brasileira" pela “a luta pela democracia”.

“Todos nós unificamos para defender a democracia, porque nós sabemos que o golpe é contra a Dilma e Lula, mas principalmente contra os trabalhadores. O golpe é para retirar direitos, acabar com a CLT, com a política de valorização do salário mínimo e com os benefícios sociais”, disse.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro