São Paulo, SP, 19/10/2019
 
01/09/2016 - 10h10m

Em viagem ao México, Donald Trump elogia o país e suaviza discurso anti-imigrantes

Agência Brasil/Agência Ansa/Marcos Romero 

Cidade do México - O candidato republicano às eleições presidenciais dos Estados Unidos Donald Trump suavizou seu discurso anti-imigrantes e até elogiou os mexicanos "pelo seu amor pela família e pela comunidade", mas insistiu no plano de construir um muro na fronteira entre os dois países. As informações são da Agência Ansa.

No inesperado encontro privado que aconteceu na residência oficial do presidente do México, Enrique Peña Nieto ressaltou as fortes divergências entre os dois, enquanto o magnata disse que não iriam discutir "quem vai pagar" pelo muro.

Essa afirmação contradiz as falas do começo da campanha de Trump, quando afirmava que o México pagaria completamente a construção e manutenção da barreira, em parte com os US$ 24 milhões das remessas anuais enviadas pelos mexicanos para parentes e amigos que estão dos Estados Unidos.

De sua parte, Peña disse que "os mexicanos são pessoas de bem que merecem respeito" e disse que vai trabalhar com quem for o vencedor das eleições norte-americanas: "Podemos não estar de acordo com diversos temas, mas a sua presença, senhor Trump, mostra uma coincidência fundamental: nossos respectivos países são muito importantes um para o outro", constatou.

Trump concordou com Peña. "Compartilhamos interesses em comum sobre segurança, prosperidade e liberdade", disse ao ressaltar que os mexicanos em seu país são "pessoas irrepreensíveis, extraordinários trabalhadores" a quem respeita muito.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro