São Paulo, SP, 12/11/2019
 
30/07/2016 - 23h15m

Estado Islâmico foge de ataque do Exército iraquiano em Mossul, diz ministro da Defesa

Agência Brasil/Agência Sputnik 

Bagdá - Vários líderes do Estado Islâmico (EI) fugiram com suas famílias de Mosul, no norte do Iraque, na perspectiva de uma ofensiva das forças de segurança iraquianas, segundo afirmou hoje (30) o ministro da Defesa do Iraque, Khaled al-Obaidi.

Segundo ele, a organização jihadista também é atormentada por lutas internas cada vez mais fortes, principalmente relacionadas com questões financeiras.

"Muitas famílias de membros do Estado Islâmico e chefes instalados em Mosul venderam suas propriedades e fugiram para a Síria, e alguns até mesmo tentaram voltar à região (do Curdistão iraquiano)", disse ele durante uma entrevista.

O Estado Islâmico perdeu pelo menos metade dos territórios iraquianos sobre os quais havia assumido o controle em 2014. Os combatentes jihadistas que ainda permanecem em Mosul, a maior cidade sob o controle do EI, provavelmente não chegam a dez mil, anunciou a agência Sputnik.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro