São Paulo, SP, 25/09/2018
 
23/10/2013 - 11h41m

Estudantes do ICMC lembram experiências durante intercâmbio

Texto ICMC/USP/Denise Casatti 
ICMC/USP/Denise Casatti
Professor Seiji Isotani, do ICMC, deu as boas vindas aos estudantes que participaram do Ciência sem Fronteiras
Professor Seiji Isotani, do ICMC, deu as boas vindas aos estudantes que participaram do Ciência sem Fronteiras

São Carlos - "Sejam bem-vindos de volta", declarou o professor Seiji Isotani.

Eles partiram de São Carlos para o mundo: Estados Unidos, Canadá, Austrália, Reino Unido, Espanha e Portugal foram os destinos escolhidos pelo primeiro grande grupo de intercambistas do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP que retornou recentemente do exterior. “Sejam bem-vindos de volta”, disse o professor Seiji Isotoni, que faz parte da Comissão de Relações Internacionais (CRInt) do Instituto, durante o encontro destinado a recepcionar os 37 intercambistas.

O estudante Murilo Zigard, do Bacharelado em Matemática, permaneceu na Universidade de Coimbra, em Portugal, de setembro de 2012 a julho deste ano. Bolsista do programa Ciências sem Fronteiras, ele explicou que, em Coimbra, todos os alunos do curso de Matemática fazem uma espécie de iniciação científica – em uma disciplina chamada Seminário Matemático – durante os seis meses finais da graduação.

Já Gabriela Ruch Salmeron, que está cursando Ciências de Computação no ICMC, permaneceu de julho de 2012 a julho deste ano na Austrália, na Universidade de Sydney, também por meio do programa Ciência sem Fronteiras. Interessada na área de designer gráfico, ela teve a oportunidade de atuar em uma empresa pequena que desenvolvia projetos para grandes empresas. “Trabalhei em um projeto da Disney/Pixar para aquele filme que eles lançaram recentemente chamado Aviões”, disse.

Dos 37 intercambistas que retornaram ao ICMC no começo deste semestre, 33 participaram do programa Ciências sem Fronteiras e 4 obtiveram bolsa Mérito Acadêmico da USP.

A bolsa Mérito Acadêmico é uma das modalidades da bolsa de intercâmbio internacional da USP, que têm por objetivo proporcionar formação e experiência acadêmica internacional aos alunos da USP por intermédio da realização de cursos ou programas de pesquisa em instituições estrangeiras de reconhecida qualidade. A bolsa tem duração de dois a seis meses, podendo ser estendida, no máximo, por 18 meses, no caso de programas de duplo diploma. É oferecido auxílio para deslocamento, mensalidade e auxílio para seguro-saúde. Os valores variam de acordo com o país de destino (veja os valores no site do Programa Bolsas de Intercâmbio para alunos de graduação).

Já o Ciência sem Fronteiras é uma iniciativa de esforço conjunto do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes –, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC. A graduação sanduíche tem duração de um ano e pode chegar a um ano e meio quando for estendida em função de estágio ou curso de idioma. No caso da graduação, o candidato precisa ter concluído no mínimo 20% e no máximo 90% do currículo previsto para o curso. A bolsa cobre despesas no exterior como alojamento, alimentação, gastos com material didático e também as passagens aéreas. Confira os valores.

As inscrições para a próxima edição do Ciência sem Fronteiras estão abertas até 29 de novembro. No final deste texto, é possível conferir os procedimentos para efetuar a inscrição no programa.

Oportunidade de crescimento - “Queremos aprender com vocês. Nós, quando vamos ao exterior, vivenciarmos a vida de um pesquisador em uma universidade estrangeira. O ponto de vista de vocês, como alunos, é diferente”, explicou Isotani durante o encontro com os intercambistas, do qual também participaram os professores do ICMC: Edna Zuffi (Licenciatura em Matemática); Leandro Fiorini Aurichi (Bacharelado em Matemática); Thiago Pardo (Bacharelado em Ciências da Computação); Mário Andrade Filho (Bacharelado em Estatística) e Simone do Rocio (Sistemas de Informação).

No encontro, realizado no dia 2 de outubro, Pardo orientou os intercambistas em relação aos procedimentos necessários para validação dos créditos das disciplinas cursadas no exterior. Ele também explicou aos estudantes que, como muitos retornam do exterior no final de agosto ou início de setembro, é preciso ficar atento a provas e trabalhos que, porventura, tenham sido aplicados no período. Nesse caso, o aluno deve utilizar um mecanismo formal já existente de "recuperação do aprendizado", para ter uma segunda chance de realizar a prova e/ou trabalho.

Outra questão que costuma gerar dúvidas nos estudantes são as faltas. "A Comissão de Graduação já deliberou que, no caso do aluno que estava estudando no exterior, há um abono das faltas durante os 40 dias iniciais do semestre", informou Pardo. Para ele, é fundamental que os estudantes fiquem atentos aos prazos, já que são os mesmos para os estudantes que estão no Brasil e para aqueles que fazem intercâmbio.

“Precisamos lidar com uma série de questões burocráticas que, antes, simplesmente não existiam. Está sendo um aprendizado para nós também”, disse Pardo. “Essa oportunidade que vocês tiveram de viver esse período de estudo no exterior engradeceu vocês, espero que também possa engradecer nosso Instituto”, finalizou Isotani.

Como Participar

Como se inscrever no Ciência sem Fronteiras - Primeiro, o aluno deve ler os editais disponíveis na página da CRInt (icmc.usp.br/e/9040f) e escolher uma opção de destino. Depois, é preciso fazer a inscrição no site do Ciência sem Fronteiras (www.cienciasemfronteiras.gov.br/web/csf/instrucoes) e também no Sistema Mundus (www.uspdigital.usp.br/mundus/).

Por último, o aluno deve enviar um e-mail para a CRInt (crint@icmc.usp.br), escrevendo no assunto: Inscrição Ciência sem Fronteira Graduação Sanduíche - "nome do país de destino". No e-mail, é necessário anexar os seguintes documentos:

- cópia do resumo escolar (imprimir do JúpiterWeb);

- formulário preenchido para participar do programa Ciência sem Fronteiras.

Também é possível entregar a documentação pessoalmente na CRInt (sala 3150), no ICMC. As inscrições devem ser feitas até o dia 29 de novembro. Os países com oferta de vagas são Alemanha, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Nova Zelândia, Reino Unido e Suécia. Para conferir todos editais, acesse a página da CRInt: icmc.usp.br/e/9040f

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro