São Paulo, SP, 01/04/2020
 
24/11/2015 - 12h12m

EUA alertam sobre os riscos de viagens no Dia de Ação de Graças

Agência Brasil/Leandra Felipe 
Agência Brasil/Arquivo
Departamento de Estado falou em "ameaça mundial" e não se fixou em um país, como costuma fazer nesses casos
Departamento de Estado falou em "ameaça mundial" e não se fixou em um país, como costuma fazer nesses casos

Atlanta (EUA) - Às vésperas de um dos mais importantes feriados nacionais – o Dia de Ação de Graças, na próxima quinta-feira (26) - os Estados Unidos divulgaram um alerta sobre os riscos de viagens para seus cidadãos. O governo pede precaução para viagens internacionais devido a um aumento das “ameaças terroristas”. Internamente, a estimativa é de que quase 47 milhões de norte-americanos viajem pelo país no fim de semana prolongado.

O comunicado, emitido pelo Departamento de Estado, adverte para o risco de que grupos extremistas e outras organizações terroristas continuem a planejar ataques em múltiplas regiões. O texto faz referência ao Estado Islâmico, à Al Qaeda e ao Boko Haram e lembra os atentados recentes na França, no Mali, na Nigéria e na Turquia.

“Os cidadãos dos Estados Unidos devem manter-se vigilantes quando estiverem em espaços públicos ou utilizarem transportes”, acrescenta o comunicado. A nota também pede que os norte-americanos evitem locais com grande concentração de pessoas.

O alerta emitido ontem difere dos anteriores, porque desta vez o Departamento de Estado falou em “ameaça mundial” e não se fixou em um país, como costuma fazer nesses casos.

Eventuais novos “ataques podem ocorrer por meio de ampla seleção de táticas, pelo recurso a armas convencionais ou não convencionais e podem visar interesses públicos ou privados”, diz o Departamento de Estado.

Dentro do país, as autoridades já começaram a operação para o feriado de Ação de Graças. A imprensa local noticia a “apreensão” de cidadãos no país para viagens.

A fiscalização nos terminais de embarque de trens, nas rodovias e nos aeroportos será aumentada e as revistas em passageiros e funcionários de empresas de transporte vão ser mais detalhadas do que o normal.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro