São Paulo, SP, 24/06/2018
 
11/04/2017 - 17h20m

EUA apresentam provas de que governo sírio realizou ataque químico que matou 80

Agência EFE/Agência Brasil 

Washington - A Casa Branca apresentou nesta terça-feira (11) o que considerou como “provas claras e consistentes" de que o regime sírio de Bashar al Assad efetuou, há uma semana, um ataque com gás sarin na área rebelde de Khan Sheikhoun, no qual morreram mais de 80 pessoas, incluindo crianças. As informações são da agência de nottícias espanhola EFE.

Funcionários do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos asseguraram hoje à imprensa que têm "provas físicas" de que o regime sírio usou gás sarín contra a população. Além disso, os EUA confirmaram a autenticidade de fontes externas que demonstram que um caça sírio da base de Shayrat (Homs) lançou o ataque com o gás mortal nas primeiras horas da manhã de 4 de abril.

Do mesmo modo, as fontes do governo americano argumentaram que, levando em conta a relação de décadas entre as forças armadas sírias e russas e que militares de ambos países operavam na base aérea de Shayrat, é difícil entender como Moscou não tinha conhecimento prévio do ataque.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro