São Paulo, SP, 22/06/2018
 
20/02/2017 - 12h24m

Exposição comemora os 150 anos da ferrovia São Paulo Railway

Agência Apoio 
CPTM/Divulgação
Trem chega à Estação da Vila Inglesa, uma das principais, atendida pela companhia São Paulo Railway
Trem chega à Estação da Vila Inglesa, uma das principais, atendida pela companhia São Paulo Railway

São Paulo - A São Paulo Railway (SPR) está completando 150 anos e vai comemorar com a exposição fotográfica “Olhares sobre os Trilhos”.

A SPR é a antiga ferrovia que ligava o município de Santos a Jundiaí, passando pela capital. Realizada em parceria com a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), a mostra será no Complexo Fepasa, em Jundiaí, e ficará aberta ao público até o dia 24 de fevereiro.

São 36 imagens dos fotógrafos Cristiano Mascaro, Márcio Scavone, Roberto Linsker, Marlene Bérgamo, Márcio Scavone e da Cia. de Fotos. Donos de diferentes estilos, os profissionais foram desafiados a registrar o dia a dia nas seis linhas da CPTM. “Olhares sobre os Trilhos” tem a curadoria de João Kúlcsar.

As fotos expostas formam um recorte das inúmeras atividades realizadas nas dependências da CPTM. Através do olhar desses profissionais, a exposição também traz momentos do cotidiano dos usuários dos trens e empregados da Companhia.

Sobre a São Paulo Railway

A São Paulo Railway Company (SPR) foi a primeira ferrovia construída em São Paulo e sua inauguração aconteceu em 1867. A ferrovia, com 159 km, ligava os municípios de Santos e Jundiaí com passagem pela cidade de São Paulo. A linha cruzava cidades como Cubatão, Paranapiacaba, Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires, Mauá, Santo André e São Caetano do Sul até chegar à capital paulista.

Em 1992 a linha foi dividida e coube a CPTM administrar alguns trechos. Como por exemplo, a Luz – Jundiaí, pela Linha 7-Rubi (antiga Linha A), e Brás – Rio Grande da Serra, pela Linha 10-Turquesa (antiga Linha D). As duas linhas também são utilizadas pelo Expresso Turístico que oferece viagens para Jundiaí e Paranapiacaba.

A operação entre Rio Grande da Serra e o Porto de Santos é realizada atualmente pela MRS, empresa que obteve a concessão para a circulação dos trens de carga no trecho.

Complexo Fepasa

O empreendimento foi construído no final do século XIX para ser a sede das oficinas de locomotivas da antiga Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Como antigamente, o conjunto de edificações, atualmente denominado Complexo Fepasa, chama a atenção pela beleza e tamanho.

São mais de 40 mil metros quadrados que abrigam hoje uma série de órgãos públicos dedicados à prestação de serviço à população. Também no espaço está o Museu Ferroviário, que conta com um vasto acervo ferroviário, bibliográfico e documental.

SERVIÇO

Exposição Olhares sobre os Trilhos

De 18 a 24 de fevereiro

Terça-feira a sexta-feira, das 9h às 17h; aos sábados, das 9h às 13h

Complexo Fepasa (Av. União dos Ferroviários, 1760 – Jundiaí)

Entrada gratuita

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro