São Paulo, SP, 24/06/2018
 
12/05/2014 - 10h40m

Falha geológica pode ser principal causa de crateras surgidas em ruas de Ipanema, Rio

Agência Brasil 

Rio de Janeiro - O subsecretário municipal da Defesa Civil do Rio de Janeiro, Márcio Mota, informou na manhã de hoje (12) que o afundamento do solo na Rua Barão Torre, em Ipanema, na zona sul, foi causado, provavelmente, por uma falha geológica por onde estava passando o equipamento (conhecido como tatuzão) usado na perfuração das obras da Linha 4 Sul do metrô, em Ipanema.

Na madrugada de ontem (11), surgiram buracos em frente aos prédios 132, 133, 137 e 141 da Rua Barão da Torre. De acordo com o subsecretário, alguns prédios estão sem abastecimento de gás e não houve problemas no recalque dos prédios.

“A princípio aponta-se para uma falha geológica. As análises do solo determinaram que era possível fazer desse modo construtivo. Em um determinado ponto encontrou uma falha geológica em que houve o recalque da calçada e da pista, não dos prédios. Houve uma área de, aproximadamente, 4 metros de largura um afundamento de quase 2 metros de profundidade”, explicou.

Segundo Mota, a obra continuará paralisada enquanto a análise da provável causa do afundamento do solo e a apresentação dos novos procedimentos que serão adotados para continuar a perfuração do solo naquela área não são concluídas. Ainda de acordo com o subsecretário, a Defesa Civil deve receber essa resposta no meio desta semana.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro