São Paulo, SP, 22/06/2018
 
09/01/2015 - 14h14m

Falsas Liquidações

 

O Procon alerta para as falsas liquidações que costumam proliferar nos meses de janeiro e se repetem, ano após ano em todos os Estados brasileiros. Elas se caracterizam por comerciantes desonestos que aumentam superficialmente os preços das mercadorias e depois dão "descontos" de 40%, 50% e até 70%.

Outro alerta é para os artigos com defeito. A venda não é proibida, mas o produto deve ter essa informação detalhada na nota fiscal, recibo ou pedido.

A política de troca de mercadorias por parte da empresa também merece atenção especial do comprador. O Código de Defesa do Consumidor não obriga o fornecedor a trocar os produtos por motivo de cor, tamanho ou gostos, exceto se a loja prometer fazer isso por escrito.

E mais um alerta: em caso de compras feitas pela internet, telefone, catálogo ou reembolso postal, o consumidor poderá desistir em até sete dias, contados da data da compra ou do recebimento da mercadoria. Olho vivo, portanto.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro