São Paulo, SP, 17/09/2019
 
09/08/2014 - 03h14m

Festa Nossa Senhora Achiropita espera mais de 250 mil pessoas

Agência Hoje 
Divulgação/Paulo Takahashi
Principais ruas do bairro do Bixiga ficam lotadas de visitantes brasileiros e estrangeiros
Principais ruas do bairro do Bixiga ficam lotadas de visitantes brasileiros e estrangeiros
  • Para organizar a festa e atender o público, mais de mil voluntários trabalham nos finais de semana de agosto
  • Descendentes de italianos organizam festa para 250 mil pessoas no bairro do Bixiga, em São Paulo

São Paulo (Agência Hoje) - A festa de rua mais tradicional de São Paulo acontece todos os anos, durante um mês inteiro, no bairro da Bela Vista, mais conhecido como Bixiga. É a festa de Nossa Senhora Achiropita, organizada pelos imigrantes italianos desde 1908, pouco depois de terem chegado ao Brasil para trabalhar nas fazendas de café.

Na época, eles construiram um pequeno altar na casa de um cidadão italiano chamado João Falcone, que morava no número 100 da rua Treze de Maio. No lugar, colocaram cuidadosamente a imagem da santa que tinham trazido com muito carinho da Itália. Todos os anos, nos dias 13, 14 e 15 de agosto, se reuniam, tiravam a santa e a levavam para a rua de terra batida.

Durante os três dias, ouviam missas e faziam uma grande festa, alegre, com muita fartura, muita comida e bebida. Foi a forma encontrada para relembrar a terra de origem, homenagear Nossa Senhora Achiropita e ao mesmo tempo arrecadar dinheiro suficiente para comprar um terreno e construir uma capela.

As festas fizeram sucesso, ficaram famosas e se transformaram em uma grande atração para brasileiros, italianos e estrangeiros vindos de vários países. Na década de 90 teve um grande avanço, surgiram os patrocinadores e o número de colaboradores aumentou muito, passando de 200 voluntários. As ruas do Bixiga, a Dr. Luiz Barreto, a São Vicente e a Treze de Maio, passaram a receber milhares de pessoas nos finais de semana de agosto.

Brasileiros e Estrangeiros

Hoje, a festa de Nossa Senhora Achiropita é um acontecimento que faz parte da cultura e da tradição de São Paulo. Os organizadores confirmam que mais de 250 mil pessoas vindas de todo Brasil e do exterior passam pelo Bixiga para acompanhar as missas, participar das brincadeiras e se deliciar com os pratos típicos da cozinha italiana.

Ao longo das três ruas que recebem os festejos, funcionam 30 barracas. São mais de mil voluntários dedicados a cozinhar, servir, atender e divertir as pessoas. E para satisfação de todos, grande parte dos visitantes vai a igreja participar das missa, e das bênçãos que acontecem de hora em hora nos finais de semana de agosto.

A festa mostra toda devoção à Nossa Senhora Achiropita, uma santa italiana que hoje é mais conhecida no Brasil do que na própria Itália. E os voluntários que trabalharam duro para dar alegria aos visitantes fazem questão de oferecer toda a renda obtida para a manutenção das obras sociais mantidas pela igreja.

´'É um trabalho bonito, feito com muita dedicação e muito amor", comenta Deolinda de Souza, frequentadora da festa há cinco anos. "Vejo o esforço dos voluntários e fico admirada com a maneira como eles se dedicam o tempo todo". São mais de mil pessoas se revezando nas mais diferentes tarefas durante o mês inteiro.

Festa Italiana

A programação da festa para 2014 tem como destaque a Cantina Madonna Achiropita, de onde saem as delícias italianas, a preços convidativos. A festa começa no sábado, por volta das 18h e vai até meia noite. No domingo, véspera de dia de trabalho, dura menos tempo, vai das 17h30 até as 22h30.

Além das ruas Dr. Luís Barreto, São Vicente e Treze de Maio tomadas pelos visitantes, a Cantina fica repleta e os voluntários precisam fazer um esforço muito grande para atender todos os pedidos. Quem vai não se arrepende. Tem muita gente alegre, ambiente agradável, diversão para todas as idades e, principalmente, comida boa, farta e relativamente barata.

Para o domingo, dia 17, está prevista a procissão de Nossa Senhora Achiropita, ocasião especial. A previsão é da presença de pelo menos cinco a seis mil pessoas, cantando e rezando. A saída da Igreja está marcada para as 15h.

Veja o itinerário da procissão nas ruas do Bixiga:

Ruas: 13 de Maio (Igreja), Conselheiro Carrão, Dr. Luís Barreto, São Vicente, Santo Antonio, Almirante Marques Leão, Una, Rocha, Praça 14 Bis, Manoel Dutra, Santo Antonio, São Vicente e de volta a Treze de Maio (Igreja).

A homenagem dos descendentes de italianos à Nossa Senhora Achiropita, no bairro do Bixiga, há muito tempo se transformou em uma festa popular, de rua, capaz de reunir milhares de pessoas para se divertir e experimentar pratos típicos da cozinha italiana. "É, sem dúvida, a mais tradicional festa italiana no Brasil", costumam dizer os organizadores.

Para quem pensa mais na comilança, as alternativas são muitas. Nas barracas instaladas nas ruas há centenas de pratos com petiscos diversos, muitos sanduiches típicos de quermesse, boa variedade de bebidas, inclusive vinhos nacionais e italianos, cervejas e refrigerantes. Sem falar nos doces, bolos e guloseimas.

Veja os destaques das comidas típicas das barracas:

PEPERONE AL FORNO

Pimentão vermelho assado, recheado com carne de primeira, azeitona, ovos cozidos, salsinha e cebola, coberto com queijo ralado.

MELANZANA AL FORNO

Beringela recheada com carne moída, ovos cozidos e azeitonas, coberto com molho e queijo ralado

FOGAZZA

“A autêntica delícia italiana”

Massa especial recheada com muzzarela, tomate e orégano

MACARRÃO

Spaguetti ou Penne a moda d’Achiropita

ANTEPASTO ESPECIAL

Variedades de antepastos típicos

POLENTA FRITA

FRICAZZA (Inteira)

Pizza com massa alta especial

Cobertura de calabresa e muzzarela

PÃO ITALIANO

CHURRASCO NA BRASA

SERVIÇO

Festa de Nossa Senhora Achiropita

Dias 9 e 10, 16 e 17 e 30 e 31 de agosto

"A mais tradicional festa italiana no Brasil é a festa de Nossa Senhora Achiropita"

Rua Treze de Maio, 478, Bela Vista (Bairro do Bixiga)

Mais Informações: telefone: (11) 3106-7235

Destaques

- Mais de mil voluntários trabalham no atendimento ao público

- Mais de 250 mil pessoas participam da Festa todos os anos

- Tudo começou com a chega dos primeiros imigrantes, no início do século XX

- As 30 barracas ficam concentradas em três ruas: 13 de Maio, São Vicente e Dr. Luís Barreto

- Até 12 mil fogazzas são consumidas em apenas uma noite

- Dinheiro arrecadado na festa é integralmente repassado para obras sociais da Igreja

Veja um pouco da história de Nossa Senhora Achiropita*:

No ano de 580 um certo capitão Maurício enfrentou uma grande tempestade em alto mar. Gritava por socorro a Nossa Senhora e prometeu que, se fosse salvo com sua tripulação, construiria um santuário em sua homenagem. Desviado pelos ventos, por milagre, conseguiu salvar-se e, na aldeia em que atracou, encontrou um monge que lhe disse: “Não foram os ventos que o trouxeram para este lugar. Foi Maria, para que lhe construa um santuário, quando o senhor for eleito imperador”. A profecia cumpriu-se e o santuário foi construído em Rossano - Calabro.

Um grande artista iniciou uma pintura da imagem de Maria. Ocorria, no entanto, que tudo o que pintava durante o dia, desaparecia durante a noite. Assim, colocaram um vigilante para impedir a entrada de possíveis intrusos, que estivessem danificando a pintura.

Numa certa noite, uma formosa mulher, com uma criança no colo, pediu para entrar e rezar. Após insistir, obteve a permissão. Que mal poderia fazer aquela gentil senhora?

Passaram longos minutos e a mulher nada de sair da igreja. Quando o vigilante entrou na igreja, viu a imagem da mulher e do menino estampada no lugar da pintura. Assim, Maria Achiropita: a-kirós-pita (não pintada por mãos humanas). O vigilante saiu gritando pelas ruas: Nossa Senhora Achiropita! Nossa Senhora Achiropita!

Esta é a devoção Mariana que nossos irmãos italianos trouxeram para o Brasil e que nós veneramos como protetora e Mãe de nossa comunidade. Sua festa é celebrada no dia 15 de agosto, dia da Assunção de Nossa Senhora. No Brasil, só existe uma igreja dedicada a Nossa Senhora, no título de Achiropita que se encontra em São Paulo no bairro da Bela Vista - Bixiga. Sua festa, é a maior comemoração religiosa da cidade. Que a Mãe de Deus, Achiropita, nos proteja como filhos e cuide de nós com amor!

CIDADE DE ROSSANO, REGIÃO DA CALABRIA / ITÁLIA.

* Texto dos organizadores da Festa de Nossa Senhora Achiropita

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro