São Paulo, SP, 26/06/2019
 
01/09/2014 - 11h44m

Filme Cidade de Deus chega aos 12 anos com prestígio internacional

Agência Hoje 
Reprodução
Filme de Fernando Meirelles, "Cidade de Deus" completa 12 anos com grande prestígio internacional
Filme de Fernando Meirelles, "Cidade de Deus" completa 12 anos com grande prestígio internacional

São Paulo (Agência Hoje/Isabela Guiaro) - Lançado em 30 de agosto de 2002, o filme brasileiro “Cidade de Deus”, dirigido por Fernando Meirelles, ainda é uma das mais aclamadas produções do mundo, tendo 92% de aprovação no Rotten Tomatoes, site especializado em críticas, resenhas e informações do mundo cinematográfico.

O drama é uma adaptação do livro de mesmo nome, de Paulo Lins, por Bráulio Mantovani. Tem como atores principais Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino da Hora, Jonathan Haagensen, Matheus Nachtergaele, Douglas Silva, Alice Braga e Seu Jorge, mas a maior parte do elenco é formada por moradores da favela do Vidigal e Cidade de Deus.

Recebeu diversos prêmios internacionais como Oscar de Melhor Direção, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia e Melhor Edição, Globo de Ouro, BAFTA, Independent Spirit Awards, Satellite Awards, NYFCC Awards e British Independent Film Awards, todos como Melhor Filme Estrangeiro, e nove prêmios no Festival de Havana, além de seis no Grande Prêmio Cinema Brasil.

A revista britânica Empire o escolheu em 2008 como o 177º melhor filme de todos os tempos e em 2010 como o sétimo. A Time também o colocou na lista dos 100 melhores filmes, enquanto o jornal The Guardian elegeu “Cidade de Deus” como melhor filme de ação. O filme está em 23º lugar na lista do site especializado em cinema IMDb.

Sinopse

A favela Cidade de Deus é dominada pelo Trio Ternura, um grupo de três ladrões que assaltam os comércios locais e depois dividem o dinheiro com os habitantes da comunidade, que em troca os protege. Um dos integrantes do grupo, Marreco, é irmão de Buscapé, um jovem que cresceu no meio dessa violência e não quer se tornar um ladrão.

Buscapé, depois de se juntar a um grupo de adolescentes que gostam de fumar maconha, descobre seu talento para a fotografia quando passa a registrar seus momentos com seus amigos e, principalmente, com a garota que gosta, Angélica. Através disso, começa a analisar o dia-a-dia da favela e da violência.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro