São Paulo, SP, 27/06/2019
 
19/08/2016 - 15h05m

Fim das Olimpíadas: 140 mil ficarão sem emprego após os jogos

Portal EBC 
Agência Brasil/Arquivo
Cerca de 90 mil profissionais foram contratados em regime de trabalho temporário no Rio devido à competição
Cerca de 90 mil profissionais foram contratados em regime de trabalho temporário no Rio devido à competição

Rio de Janeiro - A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos deve simbolizar o fim do maior evento esportivo do mundo e o início da corrida por emprego para muitos trabalhadores.

Cerca de 90 mil profissionais foram contratados em regime de trabalho temporário no Rio de Janeiro devido à competição, segundo informações do Comitê Rio 2016.

Desse número, cinco mil foram empregados pela própria entidade organizadora, enquanto os demais 85 mil, por empresas prestadoras de serviços ao órgão.

Além destes, outros 50 mil profissionais doaram sua mão de obra para o megaevento por meio dos postos de trabalho voluntários. Ao término dos Jogos, essa multidão de pelo menos 140 mil trabalhadores estará desempregada.

Diante do cenário, a Associação dos Magistrados do Trabalho da Primeira Região (Amatra1) faz um alerta para o desemprego que deverá ocorrer no Rio de Janeiro com o término dos Jogos Rio 2016.

O Repórter Rio ouviu a juiza Daniela Müller, diretora de direitos humanos da Amatra 1. Ela afirmou que esse período é preocupante pois a associação atravessa período crítico de falta de repasse de verbas e que, por consequência, não está preparado para tal volume de ações.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro