São Paulo, SP, 19/10/2019
 
05/06/2015 - 11h49m

Fluminense derrota o Coritiba e vence a 3ª rodada do Brasileirão

Portal EBC 
Reprodução
Com gols de Vinícius e Marcos Júnior, Fluminense venceu partida no Maracanã
Com gols de Vinícius e Marcos Júnior, Fluminense venceu partida no Maracanã

Brasília - Na tarde de quinta (4), o Fluminense venceu o Coritiba por 2 a 0 no Maracanã. Com gols de Vinícius e Marcos Júnior, o tricolor ganhou sua terceira partida no Brasileirão, chegando a quinta posição com 10 pontos. Já os paranaenses agora somam três derrotas seguidas, assumindo a 17ª colocação e entrando na zona de rebaixamento.

O jogo

No primeiro tempo as equipes criaram poucas oportunidades. O Fluminense tinha mais posse de bola, mas pecava nos passes e finalizações. Já o Coxa arriscava contra-ataques, mas sem muita ofensividade.

Em um dos poucos lances de perigo, o Flu abriu o placar aos 29 minutos. A zaga paranaense saiu jogando errado, Fred interceptou o lance e passou para Vinícius, no meio dos zagueiros, chutar no canto esquerdo do goleiro Bruno, 1 a 0.

No segundo tempo o jogo ficou mais aberto, com mais chances de gols para os dois lados. Aos 6 minutos, Paulinho recebeu livre e encobriu Diego Cavalieri, mas o juiz marcou impedimento do ataque do Coritiba.

Aos 16 minutos, o Flu perdeu uma grande chance. Vinícius dominou na área e rolou para Wagner chutar, mas o goleiro Bruno fez grande defesa à queima-roupa.

Em boa partida, Bruno impedia que os cariocas ampliassem o placar. Aos 30 minutos, Magnos Alves cabeceou para Fred na área, o atacante deu um giro no zagueiro e chutou no canto para bela defesa do goleiro.

Aos 43 minutos, o Fluminense conseguiu enfim vencer Bruno. Breno Lopes cruzou com perfeição para Marcos Júnior cabecear para as redes e fazer o segundo do tricolor.

Na próxima rodada, o Coritiba vai a Porto Alegre enfrentar o Internacional, no domingo (7). No mesmo dia, o Fluminense recebe o Sport no Maracanã.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro