São Paulo, SP, 20/10/2019
 
21/09/2015 - 11h20m

Fortaleza fica em 2 a 2 e elimina Botafogo da Paraíba do Brasileirão

Portal EBC 
Reprodução
Confronto entre Botafogo e Fortaleza ganhou ares de decisão para os dois lados
Confronto entre Botafogo e Fortaleza ganhou ares de decisão para os dois lados

Brasília - Um gol no último minuto de jogo decretou a eliminação do Botafogo da Paraíba da Série C. O Belo saiu na frente, cedeu o empate ao Fortaleza, voltou a estar na frente e, nos acréscimos, sofreu o 2 a 2. Os gols da partida foram marcados por Gustavo e Jó Boy, pelo Botafogo, e Pio e Lúcio Maranhão, do Fortaleza.

O resultado tira qualquer chance de classificação do alvinegro da estrela vermelha, que, a uma rodada do fim da fase de grupos, está em sexto lugar, com 23 pontos - três a menos que o quarto colocado América de Natal, que tem confronto direto com o Confiança nesta segunda-feira (21).

Mesmo sendo a penúltima rodada da primeira fase, o confronto entre Botafogo e Fortaleza ganhou ares de decisão para os dois lados. O Belo precisava de três pontos - além de uma combinação de resultados favoráveis - para se manter na luta por uma das vagas restantes para as quartas, enquanto o Fortaleza, já classificado, queria manter o primeiro lugar da chave para ter a vantagem de decidir em casa no mata-mata.

Para complicar a vida dos donos da casa, o elenco escancarou a crise financeira pela qual o clube atravessa ao cruzar os braços em protesto pelo atraso salarial, que já dura dois meses. O Fortaleza também precisou superar a ausência de seis jogadores, quatro deles - Adalberto, Corrêa, Everton e Maranhão - suspensos por terem levado o terceiro cartão amarelo.

Não faltou disposição dos times no primeiro tempo de jogo. Enquanto o Botafogo saiu para buscar o gol, mantendo a bola no campo ofensivo e arriscando principalmente nos chutes de média e longa distância, o Fortaleza impôs forte esquema defensivo, encurtando os espaços e dificultando a chegada dos anfitriões. O Leão armou-se para jogar no contra-ataque, mas os erros de passe impediam o encaixe da jogada.

Mas as redes só balançaram na etapa final de jogo. Com 11 minutos de jogo, Max Oliveira derrubou Romarinho na grande área e o pênalti foi marcado. No lance, o zagueiro acabou levando o segundo cartão amarelo no jogo e foi expulso. Gustavo apresentou-se para a cobrança e bateu bem, acertando chute forte e alto, sem chances de defesa para Ricardo Berna.

O gol acelerou o ritmo do Botafogo, que quis aproveitar a superioridade numérica para chegar ao segundo gol e encaminhar a vitória. Mas o Fortaleza empatou na base do oportunismo: Pio cobrou falta de longe e o goleiro Remerson deu rebote. Dudu Cearense, bem colocado, apareceu para empatar de peixinho, com 25 minutos de bola rolando.

Depois do empate, o Fortaleza conseguiu se reorganizar defensivamente, o que conteve a pressão do Botafogo. Jó Boy, que entrou no lugar do contundido Reginaldo Jr. ainda no primeiro tempo, mudou de novo a história do jogo aos 40 minutos.

Gustavo levantou a bola na área ao bater falta e a defesa do Fortaleza saiu mal, errando a linha de impedimento e dando condições aos atacantes adversários. O atacante só precisou escorar de cabeça para superar Ricardo Berna, reacendendo as esperanças do Belo.

O balde d'água fria nas pretensões do Botafogo veio aos 48 minutos de jogo - o árbitro do jogo, Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, acresceu quatro minutos ao tempo regulamentar. Pio protagonizou boa tabela e apareceu na linha de fundo, cruzando rasteiro dentro da pequena área. Lúcio Maranhão só teve o trabalho de antecipar-se à marcação e completar para o gol, sacramentando o 2 a 2.

O Fortaleza chegou aos 33 pontos e segue em primeiro lugar do Grupo A. A liderança está ameaçada pelo Vila Nova, enfrenta o Salgueiro em casa no fechamento da rodada e só precisa de uma vitória para chegar ao topo. O Botafogo joga contra o América-RN para cumprir tabela no próximo domingo (27), às 16h. No mesmo dia e horário, o Leão do Pici decide sua posição na chave diante do Águia de Marabá, em seu estádio.

Botafogo-PB x Fortaleza

17ª rodada do Grupo A da Série C

Estádio: Almeidão, em João Pessoa (PB)

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)

Auxiliares: José Carlos Oliveira dos Santos (BA) e José dos Santos Amador (BA)

Botafogo-PB

Remerson; Gustavo, Alex Bruno, André Lima e Alex Cazumba; Zaquel, Hércules, Nata (Guto) e Doda; Romarinho (André Cassaco) e Reginaldo Jr. (Jó Boy)

Técnico: Ramiro Sousa

Fortaleza

Ricardo Berna; Tinga, Genilson, Max Oliveira e Radar; Dudu Cearense, Auremir, Pio e Daniel Sobralense (Bruno); Lúcio Maranhão e Adriano (Vinícius Hess)

Técnico: Marcelo Chamusca

Gols

Botafogo-PB - Gustavo, aos 11, e Jó Boy, aos 40 minutos do segundo tempo

Fortaleza - Dudu Cearense, aos 25, e Lúcio Maranhão, aos 48 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos

Botafogo-PB - Doda, Hércules e Alex Cazumba

Fortaleza - Pio e Max Oliveira

Cartões vermelhos

Fortaleza - Max Oliveira

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro