São Paulo, SP, 20/08/2019
 
02/05/2012 - 04h33m

Funcionário da Embaixada do Irã reage e termina baleado por assaltantes em Brasília

Agência Brasil/Renata Giraldi 

Brasília – Um funcionário da Embaixada do Irã no Brasil foi baleado ontem (30), por volta das 22h45, em Brasília. O iraniano,apontado pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) como motorista da representação diplomática, foi abordado por três assaltantes que tentaram levar o carro que ele estava. Sem falar português, o funcionário, segundo a PM, reagiu e foi baleado.

A corporação informou à Agência Brasil que o iraniano está internado no Hospital de Base de Brasília (HBB) e não corre risco de morrer. O funcionário da embaixada foi abordado pelos assaltantes ao sair de um supermercado na Asa Sul, um dos bairros nobres de Brasília.

O crime ocorreu três semanas depois de vir à tona uma denúncia envolvendo outro funcionário da Embaixada do Irã no Brasil. No começo do mês passado, um diplomata iraniano foi acusado de abusar sexualmente de crianças de 9 a 14 anos de idade em um clube da capital. O caso virou assunto diplomático entre Brasil e Irã. O Ministério de Relações Exteriores, o Itamaraty, cobrou do governo do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, providências em relação às acusações. O governo iraniano informou que o diplomata foi chamado de volta a Teerã, capital do Irã, e o caso será investigado.

Porém, antes de os dois governos se manifestarem, a Embaixada do Irã no Brasil informou que houve um “mal-entendido” sobre o episódio, pois o assunto envolvia “diferenças culturais” entre os dois países e que a imprensa brasileira era tendenciosa em relação a temas iranianos.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro