São Paulo, SP, 18/06/2018
 
05/07/2012 - 14h34m

Funcionários da GM protestam contra possíveis demissões

Folhapress 

SÃO PAULO, SP (Folhapress) - Cerca de 2.500 trabalhadores da fábrica da GM em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, realizaram uma passeata na manhã de hoje em protesto contra a ameaça de demissões na unidade.

Segundo o sindicato dos metalúrgicos local, o fechamento de uma das linhas de montagem da fábrica na cidade poderá levar à demissão de 1.500 funcionários.

Na última terça-feira, em entrevista à Folha de S.Paulo, o diretor de assuntos institucionais da marca, Luiz Moan, disse que uma decisão será tomada até o fim do mês.

Em junho, a GM anunciou dois programas de demissão voluntária, o segundo encerrado na última segunda-feira. Segundo o sindicato, os PDVs somaram 356 adesões.

OUTRO LADO

Por meio de sua assessoria de imprensa, a GM afirmou não comentar manifestações pontuais dos trabalhadores.

Após reunião na última sexta-feira entre a diretoria da empresa e o sindicato, uma nova rodada de negociações será realizada no período entre 23 e 28 de julho, disse a GM.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro