São Paulo, SP, 19/10/2019
 
05/10/2016 - 09h17m

Furacão Matthew chega ao Haiti, deixa mortos e suspende temporariamente eleições

Agência Brasil/Agência Ansa 

Porto Príncipe - O furacão Matthew atingiu o Haiti e já deixa um rastro de destruição e mortes pelo caminho. Com ventos de até 230 km/h, o fenômeno é considerado o mais forte da última década e já deixou, de acordo com fontes oficiais, três mortes. As informações são da Agência Ansa.

"Nós vimos muitos mortos. Pessoas que saíram para o alto-mar. Há pessoas desaparecidas. Há pessoas que não respeitaram os alertas e eles perderam as suas vidas", disse o presidente interino do Haiti, Jocelerme Privert, em coletiva de imprensa nesta terça-feira (4).

Meteorologistas apontam que, além dos fortes ventos, o acumulado de chuvas nas próximas 24 horas pode atingir os 100 milímetros (mm) – tanto no Haiti como na República Dominicana. Já a costa sul dos Estados Unidos está se preparando para enfrentar o fenômeno amanhã (6).

Há muita preocupação, especialmente, sobre a situação do Haiti já que cerca de 70% da população ainda vive de maneira precária após o terremoto de 2010. Milhares de pessoas ainda moram em tendas improvisadas, que podem ser facilmente destruídas pela força do Matthew.

Além disso, o Haiti se prepara para eleições presidenciais no próximo domingo (9). Em nota, as autoridades locais informaram que "ao menos por enquanto" o pleito está suspenso "e a situação será avaliada ao fim da passagem do furacão".

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro