São Paulo, SP, 22/10/2018
 
28/11/2014 - 13h50m

Governadores fazem acordo para interligar represas e reduzir efeitos da falta de água

Agência Hoje 
Fabio Pozzebom
Reunião de Alckmin com governadores do Rio e de Minas levam a acordo sobre uso de águas
Reunião de Alckmin com governadores do Rio e de Minas levam a acordo sobre uso de águas

São Paulo (Agência Hoje) - Os governadores de São Paulo, Geraldo Alckmin; do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão e de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho, firmaram acordo para desenvolver ações de interligação entre as represas que abastecem os Estados e de transposição de rios. Os estudos sobre o assunto ficarão prontos no início de 2015.

A proposta conjunta para o uso da água será apresentada até o dia 28 de fevereiro de 2015. Entre as sugestões a mais polemica é da transposição do rio Paraíba do Sul, mas os governadores aceitaram a alternativa e concordaram em acelerar ações para reduzir o impacto da seca  junto aos moradores.

Durante audiência no Supremo Tribunal Federal (STF) com o ministro Luiz Fux, realizada nesta quinta-feira, 27, em Brasília, os governos de São Paulo. Rio de Janeiro e Minas Gerais firmaram acordo para iniciar obras de infraestrutura com o intuito de reduzir os efeitos da crise hídrica na região Sudeste, como a interligação das represas Jaguari, na bacia do Paraíba do Sul, e Atibainha, no Sistema Cantareira.

"A reunião foi muito proveitosa, harmonizando os interesses dos Estados. Todos juntos, poderemos avançar muito mais, recompondo as matas ciliares da bacia do Rio Paraíba do Sul. É um conjunto de obras que serão muito positivas”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

Além de Alckmin, estiveram presentes o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e o de Minas Gerais, Alberto Pinto Coelho, além da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, do presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo, do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e da representante da Advocacia-Geral da União (AGU), Grace Maria Fernandes Mendonça.

A proposta conjunta para o uso da água será apresentada até 28 de fevereiro de 2015. O objetivo é enfrentar a crise hídrica que atinge toda a região sudeste e garantir o abastecimento de água à população. Uma das sugestões é a transposição do rio Paraíba do Sul. A iniciativa é um projeto do Governo de São Paulo, que pretende abastecer o Sistema Cantareira com desvio de água deste rio.

"Os Estados manifestaram interesse mútuo em se ajudar. O conteúdo do acordo técnico já está bastante adiantado e busca uma solução conjunta para a questão", disse o ministro do STF, Luiz Fux.

"O grupo técnico coordenado pela ANA vem avançando nestes estudos. Estamos confiantes de que poderemos garantir a vazão do Rio de Janeiro, a interligação de São Paulo e a participação importantíssima de Minas Gerais. Temos até fevereiro para arrematar estas garantias do momento e para o futuro, dando melhor aproveitamento aos nossos recursos hídricos”, acrescentou Alckmin.

Hoje São Paulo

© 2012 - Hoje São Paulo - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por ConsulteWare e Rogério Carneiro